sábado, 15 de dezembro de 2007

Decorridas 8 Jornadas...

Decorridas que estão 8 Jornadas do Campeonato Distrital da 1.ª Divisão do presente ano, pode- se dizer que o Farense, está a realizar uma campanha abaixo das expectativas criadas...
O trajecto iniciou-se com uma saborosa vitória caseira, frente a umas das actuais revelações da época, o Armacenenses. Com um Farense amputado de um dos seus melhores elementos da epoca passada (Caras), na sequência duma expulsão evitável, o golo de Brasa, haveria de sentenciar o resultado por 1-0. Na segunda, jornada, viagem curta ao Complexo Desportivo da Penha, e vitória tranquila do Farense perante o Salgados por 3 bolas sem resposta (Bruno, Rui Loja e Brasa). Na terceira jornada, deslocação ao limiar do Algarve para defrontar o Serrano, equipa com poucos argumentos técnicos, mas que num pelado, dificultou ao máximo a tarefa farense e só na sequência dum livre, Roque deu justiça ao resultado, ainda na primeira parte. Seguiu-se então o primeiro desaire caseiro, num jogo com a União Desportiva Sambrazense, jogo que acabaria empatado a zero, mais uma vez manchada por uma expulsão de Caras, desta vez sem razão para tal. Na quinta jornada, deslocação a Paderne e vitória suada mas justa dum Farense objectivo e determinado no jogo. Os golos de Bruno e Calquinhas ditaram mais uma vitória, desta feita por 2-0. Sexta jornada, primeiro grande teste. Perante o seu público, e na presença de cerca de 1400 pessoas, Farense e Lusitano de Vila Real de Santo António, proporcionaram um encontro de qualidade aceitável e num bom ambiente, acabou por sorrir a vitória à equipa pombalina por 2-1. Roque marcaria o golo farense, e na segunda parte, por sinal no período que o Farense tinha exibido o seu jogo, acabaria no entanto por sofer dois golos (os primeiros da época), resultado que no computo geral aceitou-se e espelha uma certa inexperiencia e falta de organização no futebol Farense. Na sétima jornada, deslocação longinqua a Aljezur e vitória por 2-0 com golo de Né e um autogolo. Por fim, jogo grande com a equipa de Castro Marim, uma equipa muito bem orientada e que foi ao Estádio Algarve, vencer o Farense por 1-0, perante uma equipa Farense muito fraca na produção ofensiva, que nunca justificou outro resultado, a não ser resultado. O Farense até poderia ter ganho, tais foram as ocasiões desperdiçadas escandalosamente, mas o futebol apresentado, envergonhou qualquer um dos adeptos presentes, tal era a ausencia de ideias, tranquilidade, segurança, alegria, dinâmica no jogo da equipa.

Sem comentários: