segunda-feira, 31 de agosto de 2009

O Fim de Semana Desportivo em Análise - Época 2009/2010

Estamos de regresso para mais uma temporada de crónicas à segunda feira, acerca do futebol do Farense em particular e do Algarve no geral.

Começamos pelos Juniores do Farense, que este ano apresentam muitas novidades face à época passada, dado que muitos dos jogadores do anos passado subiram de escalão, mas também a equipa técnica teve importantes mudanças com entrada, primeiro de Valdir, e agora de Milovac para o comando. Neste fim de semana, os comandados do ex-jogador do Salgueiros, consentiram a derrota por 2-1 em Setúbal nos últimos minutos da partida depois de se apanharem a vencer. Segue-se um importante jogo em casa com o União de Leiria que está invicto na frente do campeonato.

Já os Seniores estrearam-se a sério nesta temporada, e da melhor maneira, pois ao contrário do ano passado, lograram seguir em frente na Taça de Portugal, batendo os insulares da Ilha do Pico por 2-1 e partindo agora para a primeira jornada da 3ª Divisão com mais confiança. Nos restantes encontros em que participaram equipas algarvias, destacamos a eliminação de Louletano e Lagoa, as duas representantes algarvias na 2ª Divisão, com os homens de Loulé a serem derrotados 5-3 no desempate por grandes penalidades, após igualdade 1-1 no terreno do Torreense, enquanto os lagoenses, treinados por Luís Coelho foram surpreendidos em casa pelo Atlético por 0-1. Mas os desaires não ficaram por aqui, pois o Beira Mar de Montegordo, equipa que aposta forte nesta temporada também foi eliminado em casa, pelo carrasco do SC Farense na temporada transacta, o Torre de Moncorvo por 1-2. Como notas positivas registamos as carreiras do Quarteirense, vencedor por 2-1 frente ao Cova da Piedade e do Esperança de Lagos, que regressou da melhor às competições sob a égide da FPF com uma vitória por 2-1 sobre o Santiago.

Notas finais para os dois representantes algarvios nas ligas profissionais, Portimonense e Olhanense. Com três jornadas já percorridas por ambos, o cenário é positivo para ambas. Nota especial para o trabalho de Lito Vidigal no barlavento, provando que consegue com muito trabalho, superar dificuldades financeiras na composição dum plantel profissional. Promoveu uma limpeza de balneário mas mesmo assim já lidera isolado a Liga Vitalis com sete pontos, mesmo com dois jogos já disputados fora, tendo neste jornada empatado 1-1 no terreno do Desportivo de Chaves. Já o Olhanense, é o rei dos empates na Liga Sagres, mas apesar de tudo é positiva a sua campanha, pois em ano de reestreia na principal liga do nosso país mostra ser uma equipa competitiva, à imagem do seu treinador Jorge Costa. Na tarde de hoje arrancou um precioso empate 1-1 na Choupana, diante do Nacional e ocupa agora o 9º lugar do seu campeonato.

domingo, 30 de agosto de 2009

Farense segue em frente na Taça de Portugal

O Farense passou à 2ª eliminatória da taça de Portugal ao vencer no seu reduto a formação do vitória do Pico, equipa que disputará o nacional da 2ª Divisão B nesta temporada.

Foi uma partida típica de ínicio de época, com futebol lento e pouco atractivo de parte a parte, com muitos passes errados e que valeram essencialmente pela festa do golo. Senão vejamos, na primeira vez que os açorianos foram à baliza farense com relativa intencionalidade fizeram golo, isto na sequência da marcação de um pontapé de canto, em que Gonçalo calculou mal o tempo de saída. Edinho que havia apostado em entregar as alas a dois jovens formados no clube, via-se a perder e a sua equipa com pouca profundidade pelos flancos. O centro do terreno também denotava algumas dificuldades com Luís Afonso e Rodrigo a não conseguirem servir o muito só Alemão em condições. No lado esquerdo da defesa, Wílson praticamente não subia no terreno o que fazia com que Álvaro apanhasse sempre com 2 ilhéus pela frente, de resto nunca conseguiu levar superioridade sobre a defesa adversária. Apenas na direita Cannigia ia investindo nas subidas permitindo a Tony ter alguma liberdade. Quando já todos esperavam o intervalo o Farense chegou à igualdade por intermédio de Álvaro que bem posicionado na posição de ponta de lança logrou marcar na continuação de um lance em que Alemão havia rematado para uma boa defesa do guarda-redes do Vitória. Chegava-se ao intervalo com um resultado justo pois ambas as equipas pouco haviam feito para estarem a vencer.

Ao intervalo Edinho colocou Davide Justo em campo para o lugar do apagado Tony, e a substituição não demorou a dar frutos, pois 1 minuto depois do reatamento, Justo colocava os Algarvios em vantagem no marcador. O jogo apesar do golo manteve a mesma toada lenta até final, com as melhores ocasiões a pertencerem aos algarvios e só já perto do final os forasteiros tiveram ténue resposta mas em que podiam mesmo ter levado o jogo para prolongamento.

Jogo fraco, com vitória justa do Farense sobre um adversário que denotou alguma fragilidade no sector defensivo e atacante e que de certo encontrará muitas dificuldades no campeonato que está prestes a começar. O Farense denotou alguma falta de entendimento entre sectores talvez por apenas metade do onze inicial fazer parte da equipa do ano passado.

Taça de Portugal - 1ª eliminatória
Estádio Algarve (Parque das Cidades)
Assistência: 500 espectadores
16 horas, 30/08/2009
Árbitro: Ricardo Oliveira (Lisboa)
FARENSE 2-1 VITÓRIA DO PICO

(22 mn, por ......, na sequência dum cantao convertido da direita do ataque açoreano, surge um jogador ao segundo poste a marcar de cabeça, aproveitando uma má saída do guardião farense)
(44 mn, por Álvaro, numa jogada em que Alemão, descaído pela direita, dentro da área remata para defesa incompleta do guardião contrário, assistindo depois Álvaro para marcar facilmentre o golo do empate)
(46 mn, por David Justo, aproveitando um cruzamento da esquerda e rematando forte, dentro da área para o golo da vitória)

Farense: Gonçalo; Cannigia, Arlindo, Idalécio, Wilson (Caras, 73mn), Quadros, Luís Afonso, Rodrigo, Tony (Justo, 45mn), Álvaro, Alemão (Pintassilgo, 66mn). Treinador: Edinho

Crónica e Foto são cortesia do Blog Leões de Faro

sábado, 29 de agosto de 2009

O novo Farense

O SC Farense inicia amanhã mais um temporada de futebol sénior em competições oficiais, e por isso, é este o momento oportuno para deixar algumas considerações sobre o presente e futuro do Clube, em particular da sua equipa de Futebol Sénior.

Depois duma época de regresso aos Nacionais de Futebol, culminada com uma honrosa classificação final no terceiro posto, o Farense parte para esta temporada, no nosso entender, com responsabilidades acrescidas em relação ao passado. Por diversas razões que enumeraremos, o Farense está mais forte:
  • Passados alguns anos, os Leões de Faro têm uma estrutura directiva forte e motivada na defesa dos interesses do Clube, alicerçado mais uma vez nalguns apoios de beneméritos farenses, que querem de uma vez por todas livrar o maior emblema desportivo do Algarve da sombrio rumo dos últimos anos, numa altura em que se procuram soluções para que o Farense possa ser auto sustentável a médio/longo prazo. Neste sentido, a equipa de futebol e toda a equipa técnica têm agora um suporte muito mais interventivo, por via da maior proximidade que a direcção.
  • Mesmo que num ano de maior rigor orçamental, o Farense consegue reunir um leque de jogadores mais valioso que o da época transacta. Destacam-se as saídas de Carlos Neves, Barão, Rui Graça, Costa, Kula, Della Pasqua, Dinis ou Zé Nascimento, mas as inclusões de Idalécio, Luis Lopes, Ró-Ró (finalmente sénior), Quadros, Rodrigo, Alemão, Álvaro ou Filhó equilibram a balança e nalguns casos há mesmo trocas que significam mais valias face ao plantel anterior. Porventura haverá ainda algum ajuste a realizar na frente de ataque...
  • O maior conhecimento da Série F por parte do SC Farense é também um factor a reter, conhecendo agora grande parte das equipas que compõem este campeonato.
  • A estabilidade a nível da equipa técnica parece também consolidado, facto que não acontecia na época passada, altura em que Jorge Portela ainda comandava a equipa.

Por estas razões, considero que o Farense têm mais condições que no ano passado para enfrentar as três competições oficiais que vai participar neste ano, mas, no que toca à Terceira Divisão não me atrevo a considerar o Farense como candidato. Como sabemos, a redução dos quadros competitivos por parte da FPF, obrigou muitos atletas de qualidade assinalável a jogar na Terceira Divisão, aumentando também o nível competitivo dos nossos adversários.

Espero sobretudo que, à beira do centenário, o SC Farense vá arrumando a "sua casa", por forma a que a médio prazo possa reunir todas as condições para regressar aos escalões profissionais do nosso futebol, lugar que lhe pertence historicamente como se atesta no 11.º lugar absoluto na história de todos os campeonatos nacionais.

Por isso, à Vitória Farense, à Vitória!!

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Nova Variante de Faro concluída em 15 meses

As obras de requalificação da EN 125 já foram adjudicadas e têm um prazo limite de 48 meses. Variante Norte Faro está incluída no lote.

A construção da Variante Norte de Faro já tem data limite definida: 15 meses. A obra faz parte de um conjunto de requalificações da EN 125 que têm um custo de 399 milhões de euros que foram adjudicadas a um consórcio de cinco empresas (Edifer, Iridium, Dragados, Tecnovia e Conduril).

“Esta obra é fundamental para o desenvolvimento de Faro, que é conhecido por ter alguns problemas de acessibilidades. Por dia, passam por Faro cerca de 60 mil carros e esta obra vem descongestionar grande parte do fluxo dentro da cidade”, diz José Apolinário e lança um pedido às entidades que realizam as obras: “Sejam rápidos para que até ao Verão de 2011 os acessos estejam feitos”.

Segundo José Apolinário, a variante, a construir perto da rotunda da BP - sentido Faro-Olhão - entre outras valências, vai reduzir o tempo de chegada ao aeroporto da zona nascente da cidade para cerca de cinco minutos.
Estas obras vão englobar 14 concelhos do Algarve e abrangem 400 mil habitantes num lanço de 187 quilómetros (157,7 quilómetros de requalificação acrescidos de 29,5 quilómetros de nova construção). A data de conclusão das obras é de 48 meses.

O Governo estima que a sinistralidade seja reduzida em 35 por cento (em dez anos morreram 290 pessoas).
“É a primeira vez que a EN 125 será alvo de uma requalificação a sério, sem intervenções pontuais”, avança o primeiro-ministro José Sócrates na cerimónia que marcou o início das obras, esta tarde, em Faro.
O Algarve vai ter uma estrada mais bonita, com menos publicidade nas bermas. Naquela que é a região por excelência do turismo do País, temos de ter uma estrada que puxe o turismo e a economia, mas também que salve vidas”.


Caro engenheiro, em época de eleições, até lhe fica mal vir apregoar que a EN 125 vai ficar com menos publicidade nas bermas, devido a esta grande obra em benefício do Algarve... E já nem falo da jogada da apresentação da segunda fase da variante a Faro... Daqui a 15 meses falamos!

Junta te à Familia Farense!


quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Titatnic ou Tia Anica de Alcochete?

Já sei que poderão ocorrer alguns comentários menos abonatórios, mas dada a originalidade não consigo perder o timimg... Isto está excelente!

FARO: Cinema Ossonoba regressa ao activo

O programa de Festas da Cidade de Faro inclui vários momentos culturais. Em agenda está também a inauguração do Cinema Ossonoba, em Estoi.

O Dia da Cidade de Faro comemora-se a 7 de Setembro, data em que, em 1540, a vila de Faro foi elevada a cidade, mas as festas arrancam mais cedo.
Logo no dia 4 de Setembro começa a Feira do Cavalo, em Estoi, que se prolonga até dia 7 e conta com a presença do cavaleiro João Moura, numa corrida de touros.
Ainda em Estoi, no dia 7, será inaugurado o edifício do antigo Cinema Ossonoba, agora requalificado (ver notícia). O espaço será, em data ainda a determinar, palco de um espectáculo com a participação de vários grupos culturais de Estoi, apurou o Observatório do Algarve junto de fonte da autarquia.

Teatro, música e prémios
A fadista Joana Amendoeira é a convidada deste ano para encerrar as Festas da Cidade com um espectáculo no Palco da Doca, dia 7, às 21h30, onde participa também o cantor farense Rui Baeta.
No dia anterior, no mesmo local, às 22h00, a banda Iris irá partilhar o palco com a Rockestra (grupo juvenil que interpreta música clássica com instrumentos rock) e o Ensemble Petrov.
No leque de eventos que assinalam o Dia da Cidade destaque ainda para a entrega do Prémio Nacional de Poesia, António Ramos Rosa, a João Rui de Sousa pela obra “Quarteto para as Próximas Chuvas”, dia 4, às 18h00, na Biblioteca de Faro e, ainda na Biblioteca, apresentação do Livro de Memórias de Franklin Marques, dia 5, às 21h30, com a presença de Mário Zambujal.
Mas, o programa não se fica por aqui. Há teatro, com a peça “Canto Nono”, pela ACTA (dia 4, 22h00, Baixa de Faro), e no mesmo dia a inauguração do Centro UNESCO no Algarve.
A 5 de Setembro acontece o Encontro Nacional de Criadores do Rafeiro Alentejano (16h30, Passeio da Doca); o Festival Etnográfico Gorjonense (20h30, Gorjões); concerto da Orquestra Sinfónica Jovem e Coro Sanlúcar La Maior (21h30, Teatro das Figuras); performance “Saia que Gritas”, por Úrsula Mestre (22h30, zona da Doca); e Noite da Juventude com as bandas “Nome” e “La Plante Mutante” (23h00, Palco da Doca). A 5 e 6, o Clube Caça & Pesca Montenegrense promove uma Festa de Verão.

O Dia da Cidade é assinalado com o desfile dos Bombeiros Voluntários e Municipais, ao som de fanfarra (09h00, Largo do Município). A sessão solene, no Salão Nobre da Câmara Municipal, começa às 09h30 e inclui a entrega de Medalhas da Cidade.
Segundo José Apolinário, os “nomes do medalhados serão aprovados em reunião de Câmara, no dia 1 de Setembro”. O edil farense falava, hoje, durante a apresentação do programa de Festas da Cidade, escusando-se a adiantar qualquer dos nomes que será sujeito a votação.
Ainda no dia 7, será inaugurado o Monumento aos Combatentes, localizado na rotunda da Escola de Hotelaria e Turismo do Algarve, haverá passagem de meios aéreos da Força Área Portuguesa e salto de Para-quedistas, no Largo de São Francisco, às 13h05.

Ao fim da tarde, às 18h00, o Teatro das Figuras abre portas à população com diversas actividades gratuitas.


Cartaz rico, diversificado, apenas esperava "muito mais obra feita" no último Dia da Cidade durante o primeiro mandato de José Apolinário na CMF... Se calhar é mesmo esta a imagem da gestão camarária nos últimos anos... Esforço na aposta na cultura e nos eventos da mais variada ordem, embora nunca na dimensão e divulgação doutras autarquias algarvias, mas demonstrando um déficit na conclusão de projectos de relevo e criação de infra extruturas ao serviço da sociedade farense. Por muito que nos digam, 4 anos é muito tempo e pedia-se mais a um elenco com experiência na governação autárquica, e mesmo com boas ligações com o Governo Central...

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Hotelaria manteve níveis de emprego no Algarve

As regiões mais afectadas pelo aumento do desemprego, em Julho, foram o Algarve e a Madeira, mas a hotelaria afirma ter mantido os níveis de emprego dos anos anteriores.

Os últimos dados do desemprego revelados pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), relativos a Julho, revelam que o número de desempregados cresceu 104,2 por cento no Algarve e 50,3 por cento na Madeira, face a período homólogo.

O Grupo Pestana, que possui 10 hotéis na Madeira e oito no Algarve, afirmou à Lusa que os bons níveis de ocupação registados durante os últimos meses nas duas regiões permitiram manter o número de trabalhadores e ainda contratar temporários.

Não se realizou, por isso, qualquer corte em termos de serviços prestados aos clientes, mantendo a funcionar tudo como no ano passado”, afirmou à Lusa a relações públicas do grupo, Patricia Reimão.

Também o grupo Vila Galé, que possui um hotel na Madeira e nove no Algarve, afirmou não ter diminuído o número de efectivos nos hotéis das duas regiões.

A Vila Galé não registou qualquer redução no seu quadro de colaboradores durante o período de Verão, mantendo uma estrutura semelhante a anos anteriores e sem qualquer redução dos serviços prestados”, afirmou à Lusa o director de marketing e vendas, Gonçalo Rebelo de Almeida.

O número de portugueses inscritos nos centros de emprego subiu 1,4 por cento em Julho, face a Junho, e 30,1 por cento face ao mesmo mês de 2008, atingindo 496.683 pessoas, segundo os dados do IEFP.

Recorde-se, todavia, que segundo a União de Sindicatos do Algarve, a Hotelaria, a par com a Construção Civil, foi o sector onde o desemprego mais cresceu no Algarve (ver notícias aqui e aqui).

terça-feira, 25 de agosto de 2009

A Rádio Clube do Sul fechou?!

É com tristeza, mas mesmo assim alguma esperança que escrevo este post... Ao que parece, a Rádio Clube do Sul, única rádio privada em actividade sediada no concelho de Faro, cessou as emissões regulares... Pelo menos desde sexta feira, que emissão não é escutada, e passados 5 dias, parece cada vez mais certo o fecho desta rádio, que durante muitos anos, foi a alma viva do SC Farense pelas ondas hertzianas... Lembro-me de nomes como os de José Mealha, Marco Fernandes, João Pereira, Gastão da Costa Nunes, entre outros, que nos traziam nas tardes de domingos, os relatos dos jogos do SC Farense, nos tempos áureos da Primeira Liga... Presumo que as contingências económicas que o País mergulhou, tenham sido a macacada final nesta estação emissora, que já à algumas épocas não transmitia os relatos do Farense.

Por incrível que pareça, Faro, capital de distrito da região Algarvia, concelho com cerca de 60 mil habitantes recenseados, apenas têm uma estação emissora em actividade, a jovem "RUA FM", rádio resultante duma conjunção de forças entre a Associação Académica do Algarve e da Universidade do Algarve, ainda suportada pelo apoios de algumas entidades públicas... O excelente trabalho que a RUA FM nos têm oferecido ao longos dos anos, não pode, contudo, lamentar profundamente o desaparecimento do RCS, rádio de outra orientação editorial e musical, e que era uma alternativa válida neste aspecto.

Aos adeptos do Farense, resta agora a Rádio Restauração, emissora sediada em Olhão, mas apenas sintonizável via rádio nos 102,3 FM e que este ano, assegurará os relatos dos jogos do emblema da capital algarvia.

Será que o JJ ainda pensa da mesma forma? É que só passaram uns mesinhos...

Escolas de formação e de competição são aposta forte


Este ano o Sporting Clube Farense vai apostar em força nas suas escolas de formação.

Uma das principais decisões em relação a estes escalões, dos 5 aos 8 anos para as Escolas de Formação e dos 8 aos 10 anos para as Escolas de Competição, tem a ver com o facto dos treinos se realizarem sempre no Estádio de S. Luís.

Esta decisão da direcção do Clube justifica-se por assim se poder dar uma melhor qualidade, não só a nível de treinos, mas também aos acompanhantes dos jovens atletas.

A Escolas de Formação vão ser orientadas por Luís Afonso e Cannigia, dois jogadores do plantel sénior do Sporting Clube Farense e os treinos têm início dia 2 de Setembro.

As Escolas de Competição vão ser orientado por Francisco Fernandes ex-treinador do Internacional de Almancil.

O valor da mensalidade é de 25 euros, sendo que a compra do kit de equipamentos que inclui, saco, fato de treino e equipamento de treino é obrigatória e tem o custo de 60 euros, podendo todavia ser paga em 3 vezes.

Os interessados devem contactar a Secretaria do Clube ou pelo telefone 289 894 020.

SCF – Gabinete de Imprensa

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Soltem a parede??!!

È verdade... Diana Chaves esteve uns dias pela nossa região, e aproveitou a estadia para revigorar forças nas deliciosas praias algarvias.
Contudo, contrariando a conjuntura consequente do acidente na praia Maria Luísa, a bela (e visivelmente magrinha) menina não teve problemas em se abrigar junto a uma falésia, o que me leva a pensar que a moçoila quando vai de férias, esquece mesmo o trabalho...
Senão, ainda ouviria lá bem ao fundo os gritos de Marco Horácio a dizer: Soltem a parede!

sábado, 22 de agosto de 2009

Estreia tímida condena Farense a derrota 0-2 frente ao Atlético

Campeonato Nacional de Juniores, Zona Sul, 1ª Jornada
FARENSE 0-2 ATLÉTICO

O Farense iniciou na tarde de sábado mais uma temporada ao mais alto nível no Nacional de Juniores, depois da bela prestação da temporada passada que redundou num honroso 11º lugar na Série Sul. Com uma equipa practicamente nova face à época anterior, e já no segundo treinador da época.

Assistimos a uma partida pouco conseguida por parte das duas equipas no terreno, acabando o resultado por ser mais penalizador para o Farense, que foi na verdade a equipa que menos fez por merecer a vitória. O Atlético veio ao Algarve com um forte falange de apoio, pintando de irreverência as bancadas do S. Luís, cada vez mais renovado e já com um relvado em muitos melhores condições que à semanas atrás. Caberia ao Farense a primeira grande chance de golo, após jogada individual de China pela direita, que cruzaria para Lau rematar deficientemente no coração da área ainda no primeiro quarto de hora da partida. O Atlético não tardaria a responder e com o passar do tempo foi se assenhorando do jogo, inaugurando o marcador a meio do primeiro tempo, através dum livre que passou por todos os elementos da defesa algarvia, traindo o guarda-redes Zé. A partir daí, o caudal e qualidade de jogo ofensivo do Farense foi se deteriorando cada vez mais, demonstrando os algarvios uma grande incapacidade em trocar a bola entre os seus elementos, situação que nem as alterações vindas do banco inverteram. Seria já na recta final do encontro que o Atlético confirmaria a vitória na sequencia dum canto, levando para Lisboa os três preciosos pontos em disputa.

Para os algarvios fica o sério aviso de que muito trabalho está pela frente, querendo-se que Milovac e toda a estrutura da equipa, encontrem dentro do grupo uma maior solidez e consistência que permita tornar possível assegurar resultados positivos em busca da manutenção.

A estreia dos nossos Juniores é hoje!

Pedro Correia (Ró-Ró) “de volta” ao Farense

Pedro Correia (Ró-Ró) já está novamente integrado no plantel do Sporting Clube Farense.

A Direcção do clube foi sensível às explicações do jogador, atendendo ao seu historial no clube, e à pretensão do jovem atleta que manifestou o desejo de voltar a vestir a camisola do Sporting Clube Farense.
SCF – Gab. Imprensa

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Pipocas diminuem risco de cancro

As pipocas (milho) e outros cereais contém substâncias conhecidas como polifenóis que têm o potencial de diminuir o risco de cancro e doenças cardíacas.

O estudo foi apresentado por cientistas da Universidade de Scranton, na Pensilvânia, durante a 238ª Reunião da American Chemical Society (ACS), em Washington, nos Estados Unidos, segundo a BBC.
Os polifenóis são a principal razão pela qual frutas e legumes - e alimentos como chocolate, vinho, café e chá - são conhecidos pelo seu potencial em diminuir o risco de doenças.

Até agora, acreditava-se que esses cereais eram alimentos saudáveis e ajudavam a combater o cancro e doenças cardíacas por causa do seu alto teor de fibra, mas segundo os autores do estudo, ninguém tinha ainda comprovado a presença, em quantidades elevadas, de polifenóis.
Segundo os cientistas, a quantidade de antioxidantes encontradas em cereais integrais é comparável à encontrada nas frutas e legumes, por grama.

Os polifenóis são substâncias químicas encontradas em muitas frutas, legumes e outras plantas, como frutas vermelhas, nozes, azeitonas, folhas de chá e uvas. Conhecidos como antioxidantes, eles removem os radicais livres do corpo, que são substâncias que têm potencial de deteriorar células e tecidos do corpo. Os cereais integrais com maior quantidade de antioxidantes são feitos com trigo, milho, aveia e arroz.

Era "espetarem" um cartaz gigante com esta informação à porta do Atrium Faro, e era ver aquele espaço a ser totalmente dinamizado, com o fluxo de clientela para o cinema... Acabava-se parte dos problemas da baixa farense...

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

FARO: Variante Norte depende de expropriação ou negociação

José Apolinário, fez um apelo público aós proprietários para “serem cooperantes com obra de grande importância para a cidade e Algarve”. Trabalhos vão começar em terrenos do município.

O Município de Faro reuniu hoje com o consórcio que irá executar as obras da variante Norte a Faro, tendo o plano de trabalhos sido apresentado.

Segundo o autarca, “foi pedida a colaboração da Câmara Municipal de Faro para contactar os proprietários para um entendimento por via privada e não por expropriação pública. Se os terrenos forem obtidos por via privada, as obras começarão mais cedo. Da parte do consórcio há condições para começar amanhã, mas tudo depende dos proprietários”.
As Estradas de Portugal vão, entretanto, “desencadear o lançamento da declaração de utilidade pública para poder intervir no caso de não haver entendimento com os proprietários dos terrenos”, salientou.

Obra começa em terrenos públicos
José Apolinário referiu ainda que a Câmara Municipal irá disponibilizar terrenos públicos para que "a obra possa começar tão cedo quanto possível nestes terrenos". A expectativa é que haja "condições para anunciar formalmente a data de início das obras no decorrer da próxima semana".
Os trabalhos estão orçamentados em 18 milhões de euros, e vão permitir a retirada de trânsito do centro da cidade (mais de 25 mil veículos por dia) e colocar a zona nascente da cidade (Bom João) a 10 minutos do Aeroporto.
Vão ainda ser alvo de requalificação os acessos na ligação a Olhão, à Via do Infante e ao Montenegro.

José Apolinário sublinhou a importância desta obra, considerando os condicionamentos da cidade em termos de acessibilidades. “Este é um processo que está em condições de avançar, quer em termos de avaliação de impacte ambiental, quer em termos de financiamento”, disse.
Este é o culminar de um longo processo administrativo e político, iniciado em 1999.

Recorde-se entretanto que a conclusão da variante até ao Rio Seco, que obrigará ao realinhamento da zona, devido ao leito de cheia, permitirá descongestionar o trafégo em cerca de 60 a 70 mil viaturas que entram em Faro diariamente, muitas delas rumo a outras direcções.
A obra será complementada com a evolução da 3.ª Circular, que fará a ligação entre as Pontes de Marchil, Lejana, Vale da Amoreira, Penha e a rotunda da Avenida Cidade de Hayward, interceptando a norte do complexo desportivo a variante a Faro.
Prevê-se ainda a implantação de um Sistema de Controlo e Gestão Dinâmica de Tráfego – de forma a regular automaticamente a semaforização em função dos volumes de tráfego, limitando as velocidades e minimizando os tempos de espera dos veículos entre o nó de São João da Venda e Faro e entre Faro e Olhão.

Rui Sousa, engenheiro responsável pelo consórcio, manifestou a disponibilização para o recomeço das obras da variante, que já tem um torço executado, pretendendo-se que estas tenham início a curto prazo, "ainda no decurso deste final de Agosto ou início de Setembro", referiu.

Parece-me no mínimo estranho a questão da construção da 2ª fase da variante a Faro, que é referida por José Apolinário ínumeras vezes em debates e apresentações públicas. Esta situação, que ainda não teve ínício no terreno apesar de já estar atrasada nos prazos estabelecidos, têm agora previsto o começo de obras ainda em Agosto, ou, o mais tardar em Setembro, quando na verdade, ainda ninguém formalizou contactos com os proprietários dos terrenos por onde esta estrada vai passar... Ou seja, ou a CMF têm uma grande área de terrenos públicos onde a estrada irá passar, ou então, me parece os trabalhos iniciar-se-ão dispersamente e em fraca intensidade, com o objectivo puro e simples de se iniciar algo, como arma de arremesso eleitoral, quando sabemos que as Autárquicas terão o dia D a 11 de Outubro, poucas semanas depois desse facto...
Estarei errado?

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Os Nome - A banda da nossa cidade!

Com tanta diversidade de eventos pelo Algarve neste Verão, não tive qualquer duvida em visitar o Mercado Mundo Mix, e assistir a um belo concerto d'Os Nome, uma banda que nos traz à recordação os velhos tempos de estudante, e com eles os concertos dos míticos MelomenoRítmica... Agora com uma roupagem algo diferente, este novo projecto é um restyle muito interessante conservando a sonoridade hard-rock dos Melo... Parece que está na forja o lançamento do primeiro CD desta banda farense, algo que me agrada e que aguardo com ansiedade... Porque nestas coisas, também se vê o dinamismo da nossa Cidade!!

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Adriano... O mártir...


Será isto obra do acaso?

Petição Pela Valorização do Pontal

Destinatário: Câmaras e Assembleias Municipais de Faro e Loulé e Parque Natural da Ria Formosa/ICNB

Partilhada pelos concelhos de Faro e Loulé, a Mata do Pontal tem uma área de 627 hectares e constitui um conjunto de ecossistemas de enorme valor natural e paisagístico. Contém uma das maiores manchas florestais de pinhal de uso múltiplo do litoral algarvio e a maior dos concelhos. Constitui igualmente uma das áreas de maior valor natural e paisagístico da orla terrestre do Parque Natural da Ria Formosa (PNRF), compreendendo ecossistemas e uma biodiversidade com valores naturais excepcionais como várias espécies animais e vegetais em grande risco de extinção e algumas únicas a nível mundial, onde se inscreve a Tuberaria Major.

Estando inserida no PNRF, partilha com este uma grande sensibilidade ecológica e o respectivo estatuto de protecção internacional através de várias classificações como a de Parque Natural, Zona de Protecção Especial (directiva Aves), Sítio de Interesse Comunitário (directiva Habitats), Convenção de Ramsar (zonas húmidas) e Convenção de Berna (vida selvagem e ambiente).Não obstante a sua importância, esta zona concentra desde há muito em seu redor uma enorme pressão imobiliária, a qual levou já ao desaparecimento de parte da área florestal original para dar lugar a empreendimentos turísticos e campos de golfe.

De igual forma, devido a negligências e inércias de vária ordem, a Mata do Pontal continua a ser alvo de acções não compatíveis com os valores naturais em presença, as quais têm contribuído para a sua degradação. Apesar disso, o facto desta área florestal se encontrar ainda num razoável estado de preservação e de apresentar uma fraca ocupação humana, faz dela um espaço natural único, e, sem dúvida, uma área de grande potencial para a conservação da Natureza e desenvolvimento sustentável, através de funções culturais, científicas, de manutenção da saúde, de educação e sensibilização ambiental, de lazer e mesmo económicas para as populações locais, desde que compatibilizadas com os valores naturais em presença.

Esta requalificação do espaço natural e a implementação de estruturas com vista à criação de áreas compatíveis com o seu usufruto de forma ambientalmente sustentável pelas populações, vai também constituir uma atracção para as cada vez maiores faixas de turistas que procuram o Turismo de Natureza. A criação e gestão sustentável deste espaço também vai garantir que este recurso ambiental de enorme valor vá permitir o seu usufruto tanto pelas gerações actuais como pelas futuras.

Perante os factos acima referidos, vêm os abaixo assinados apelar às entidades referidas que seja criado o Parque Ambiental do Pontal, assegurando desta forma a defesa do interesse público da Mata do Pontal, salvaguardando a valorização dos seus ecossistemas, biodiversidade e paisagens e levando a que a população possa justa e finalmente usufruir em pleno direito de todo o potencial contido neste seu património.

Os Peticionários


Pode assinar a petição aqui

Admito que sou um apaixonado pela cidade que me viu nascer e neste caso concreto pela Ria Formosa, qual paraíso perdido, muitas vezes desvalorizado pelas nossas gentes... Haverá coisa mais linda do que um passeio pelo Parque Natural da Ria Formosa, quer pelos canais da ria ou mesmo na ilhas-barreira, quer pelos vastos pinhais, lagos e salinas onde milhares de aves nidificam entre outros animais que fazem desta ria o seu habitat... A zona do Ludo é não raras vezes local de encontro para um belo passeio de BTT, mas também dum passeio a pé, situação partilhada por milhares de pessoas durante a semana... É este espaço que está em risco e à "tempos" atrás até correu o rumor de que o Estado Português havia considerado PIN (Projecto de Interesse Nacional) um projecto privado liderado por investidores russos... Felizmente tudo foi por água baixo, mas os farenses, tal como eu, não podem esquecer o que disse José Apolinário acerca deste espaço!

Regresso do Basquetebol Sénior do Farense

Após um interregno de 4 épocas, este ano vai finalmente regressar o Basquetebol Sénior do Farense, que irá competir no Campeonato Nacional CNB2, na Zona Inter-Regional Sul B - equipas do Algarve (Tubarões, Ferragudo, Tavira, Juventude) e do Alentejo (André Resende, Salesianos, Despertar e Grândola), iniciando-se a prova em Novembro deste ano.

Trata-se assim de um regresso aguardado de uma equipa com história na Basquetebol Nacional, tendo-se iniciado em 1936, Vice-Campeã Nacional da 2ª Divisão em 1955, participante na divisão máxima nos anos 60 e Campeão Nacional da 2ª Divisão em 1995.
Gabinete de Imprensa do SCFarense


Aplaudo, apoio e regozijo-me por este regresso! O Farense está a renascer! É isso que todos nós queremos!

sábado, 15 de agosto de 2009

As pequenas grandes diferenças entre Porto e Benfica...


No ínicio de mais uma Liga Sagres, muitos analistas prognosticam uma luta acérrima entre Porto e Benfica...

Se o Porto venceu os últimos quatro campeonatos, o Benfica venceu os últimos quatros troféus particulares onde participou... Curioso ou talvez não...

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Novo estádio em Faro - Promessa ou realidade a médio prazo?

In Jornal "O Algarve", 13/08/2009

Em conversas de amigos, e caso o São Luís fosse mesmo demolido, já havia sugerido a utilização deste recinto, para eventuais jogos do SC Farense. Não sendo o ideal, existem por essa Terceira Divisão fora, campos com muito menos condições que este...

Agora, se esta promessa (de muitas que surgem todos os dias) for avante, não tenho dúvidas que será uma óptima alternativa, caso o São Luís seja transaccionado. Trata-se dum estádio que reúne alguma das características do velho Estádio São Luís, dentro da cidade, com bancadas juntinho ao relvado, e depois, totalmente fechado por bancadas, totalizando 5 mil lugares tornará o espaço muito acolhedor e incómodo para as equipas adversárias. Resta saber se a relva sintéctica será trocada por relvado natural...

Contudo, espero que o São Luís não seja vendido, e esta seja apenas uma opção de recurso.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Leão de pontaria afinada goleou rival algarvio

O golo inaugural da partida, numa grande penalidade convertida por Bruno


Jogou-se na tarde-noite de hoje, no relvado do S. Luís mais um jogo de treino com vista à preparação da nova época. Num palco renovado já sem as grades que tornavam o rectângulo de jogo numa espécie de prisão, enfrentavam-se duas equipas algarvias que serão rivais na série da Terceira Divisão desta época, pairando alguma curiosidade sobre a equipa do Beira Mar, que conta com algumas caras conhecidas dos farenses, como Paixão, Barão ou mesmo Palma nas suas fileiras, aos quais se juntam sete jovens jogadores brasileiros.

O jogo começou numa toada muito quezilenta, muito por culpa da equipa montegordina, que insistia em cortar o jogo dos Leões de Faro duma forma pouco ortodoxa, ainda para mais num jogo dito amigável. Assistia-se a um Farense com mais posse de bola, mas sem criar chances de golo. Com o passar do tempo, os comandados de Eduardo Rodrigues foram equilibrando a partida, num jogo que se tornou algo morno e mastigado a meio campo. O primeiro grande lance do Farense apenas surgiria perto da meia hora, numa jogada de Alemão dentro da área, rematando de pé esquerdo ao lado do poste esquerdo da baliza sul. Com o passar do tempo o farenses tornaram-se mais rematadores, chegando à vantagem através duma grande penalidade já perto do intervalo.

Edinho, que neste jogo dispôs a equipa num 4x4x2 em losango, apenas trocou dois jogadores ao intervalo, promovendo as entradas de Filhó e Norberto na equipa. O Beira Mar que tinha em Nélson Afonseca uma das armas mais perigosas, poucas vezes respondeu à desvantagem, realçando apenas um remate de longe da equipa montegordina aos 52 minutos, o qual embateu no poste da baliza do Farense. Com as alterações na sua equipa de Monte Gordo foi perdendo alguma da coesão da equipa, aproveitando o Farense para assumir as rédeas de jogo, embora notando algum défice físico em unidades da frente. Seria já no termo da partida que o Farense dispararia no marcador, chegando a um resultado exagerado face ao que se viu em campo.

Jogo amigável de 90 minutos
Estádio de S. Luís (Faro)
Assistência: 150 espectadores
20 horas, 12/08/2009
Árbitro:
FARENSE 4-0 BEIRA MAR DE MONTEGORDO

(39 mn, por Bruno, na sequência dum lance duvidoso na área, após um cruzamento de Caras, Bruno sofre a alegada falta e assume a conversão da grande penalidade)
(81 mn, por Cannigia, numa exemplar marcação dum livre directo para junto do poste direito da baliza do pavilhão)
(86 mn, por Alemão, num remate do interior da área descaído um pouco pela direita)
(89 mn, por Justo, na sequência dum contra ataque da equipa farense, aproveitando algumas falhas na defesa contrária)

Farense: Edgar (1); Cannigia (7), Arlindo (6), Idalécio (27), Wilson (5); Quadros (8), Luís Afonso (13), Rodrigo (10), Caras (22), Alemão (9), Bruno (16). Treinador: Edinho
Jogaram ainda: David Justo (23), Norberto (20), Filhó (15) Oliveira (2)

terça-feira, 11 de agosto de 2009

O [L][U][D][O] à conquista da música nacional...

Já é a quarta vez que este espaço dá voz aos [L][U][D][O], e talvez não seja a última... Ainda ontem, percebi que a Antena3 já insere esta faixa, na sua playlist. Hoje, por curiosidade vou ao site da MTV e deparo-me com isto... Palavras para quê...? Deixem-nos voar!!

Cultura do mundo 'mistura-se' em Faro

O Mercado Mundo Mix instala a 22ª edição no Largo da Sé, em Faro, de 14 a 16 de Agosto. Evento conta com expressões artísticas de todo o país.

O certame reúne 40 artistas, 12 dos quais oriundos do Algarve, segundo revelou aos jornalistas, na segunda-feira, Beto Lago, da organização, durante a apresentação no Museu Municipal de Faro.

“Incentivar a produção individual e artística de cada um”, define o organizador como a principal característica do Mercado Mundo Mix (MMM), um evento com o formato de feira que surgiu no Brasil em 1994 e chegou a Portugal em 2003, tendo já passado por cidades como Porto, Coimbra, Cascais e Lagos. A última edição foi em Maio, no Castelo de São Jorge, em Lisboa, “onde todos os anos nós abrimos o Verão”, refere.
O responsável pela organização entende que o MMM pode ser uma forma de potenciar algumas das características da região, pautada por residentes, nacionais e estrangeiros, ligados a diferentes formas de arte.
“A nossa feira é um pouco diferente, porque ela não é de artesanato. Ela é voltada para criadores de design e moda e é intercalada sempre com bandas, que vão fazer apresentações, em geral, às 22h00, às 23h00 e às 24h00”.
“É um projecto diurno”, explica. Todavia, a edição de Faro terá o horário das 18h00 à 01h00, “por causa da concorrência da praia”, justifica.

Beto Lago lança o repto a todos os criadores e artistas da região a visitarem o evento e a entrarem em contacto com a organização, pois “a nossa ideia é voltar mais vezes”.
Apesar de os criadores presentes no MMM pagarem uma taxa para terem um espaço no evento, Beto Lago admite que “se aparecerem demonstrações espontâneas vamos achar bem interessante e serão bem acolhidas” e reafirma o desafio para que os criadores locais se apresentem à organização de forma a aumentar o número de participantes em próximas edições, bem como levar os artistas locais a outras paragens: “haverá sempre elementos da organização junto ao palco, é só aparecerem por lá e contactarem connosco”, diz.

O MMM vai contar com emissões em directo através da rádio oficial, a RUA FM, que podem ser ouvidas na frequência 102.7 FM ou em http://www.rua.pt/.

No leque de concertos agendados apresentam-se as bandas Nome, Reflect e os DJ’s Orelha Extra e DJ Set, na sexta-feira; Fad’nu, o Ludo e os DJ’s NoWay e Poplândia DJ Set, no sábado; e Bubblebath, I-Rick DJ e DJ Sir Aiva, no domingo.
O LAC – Laboratório de Artes Criativas, sediado em Lagos, outro dos parceiros, irá dinamizar o espaço Art Mix, com uma exposição dos artistas plásticos Jorge Pereira e Sofia Fortunato e o projecto TOSCA.lab, de Ricardo Milne e Catarina Nunes.
Para os mais pequenos há o Mini Mix, onde não faltam pinturas faciais, modelagem de balões, oficinas de pintura, bijutaria e passatempos, entre outras actividades.
Há espaço ainda para a solidariedade, na Banca dos Abraços da Associação Nariz Vermelho. Este espaço dá a conhecer os ‘doutores palhaços’, que levam a alegria às crianças hospitalizadas. Ao contribuir para esta causa os visitantes ganham um abraço e um nariz de palhaço.
O evento conta com “o apoio logístico, material, meios humanos e uma verba de 20 mil euros”, atribuídos pelo Município de Faro, segundo confirmou o presidente da autarquia, José Apolinário durante a apresentação.

Para saber mais sobre este conceito e os diferentes artistas que pode encontrar no fim-de-semana, em Faro, clique aqui. A entrada é livre.

Estádio São Luís pode ficar intacto

FARENSE NEGOCEIA ACORDO COM INVESTIDORES

A solução para o passivo do Farense, estimado em cerca de 11 milhões de euros, deverá passar por um acordo com um grupo de capitais nacionais e estrangeiros. Nesse negócio deverá haver o aproveitamento imobiliário de um terreno do clube situado à entrada de Faro, e de alguns espaços envolventes ao Estádio São Luís, o qual será mantido.

"Estamos em negociações adiantadas e tudo aponta para acordo, faltando apenas resolver problemas burocráticos com a Câmara", disse o presidente António Barão, que garantiu: "Esta é a solução que melhor defende os interesses do Farense."
O dinheiro obtido servirá para liquidar o passivo e o remanescente será aplicado na equipa de futebol. "Queremos regressar rapidamente aos escalões profissionais", disse.

Não se pode exigir mais a esta Direcção em tão curto espaço de tempo. Mas perdoem-me, só acredito quando ver "preto no branco..."

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Farense recebe Vitória do Pico na 1ª eliminatória da Taça

O sorteio realizado hoje na sede da FPF ditou como adversário ao Farense, a equipa açoriana do Vitória do Pico, equipa que visitará o Estádio Algarve no próximo dia 30 de Agosto.

Desta forma o SC Farense evita longas e avultadas deslocações, em virtude do sorteio ter sido "puro e duro", o que alivia de certa forma a folha de despesas do emblema da capital algarvia.

Do seu adversário pouco se conhece, apenas salientando que este ano ascendeu à 2.ª divisão B, tendo militado por duas épocas na Terceira Divisão.

Critério ou falta dele...


Foi noticia e mais notícia será no próximo dia 12, quando o protocolo for formalizado entre a Entidade Regional de Turismo (ex. Região Turismo do Algarve) e o Sporting Clube Olhanense, que contempla o patrocínio oficial a porventura avultado financeiramente, em contrapartida da visibilidade e retorno directo e indirecto nas unidades hoteleiras algarvias e espaços de restauração, devido à presença duma equipa algarvia na Liga Sagres.

Nada tenho contra este apoio ao clube de Olhão, pois não desejo aos outros, o que não quero para mim e para os meus, apenas me espanta o critério que é tido nesta situação, quando se sabe que nem o Farense (pelo menos nos últimos anos de Liga Sagres) teve tal benesse, que por certo o ajudaria a não mergulhar duma forma profunda na crise que se conhece, quando se sabia que as contrapartidas para a região algarvia seriam sempre similares às do presente. Mas mais, com o projecto do Estádio Algarve em marcha, desde meados de 1998, não seria lógico que a partir dessa hora se olhasse para o negócio Turismo vs Futebol de outra perspectiva na região, apoiando fortemente o clube anfitrião do recinto, neste caso o Farense, que militava na 1ª Divisão, por forma que esta infra-extrutura pudesse ser palco de grandes eventos desportivos, reafirmando de vez a dimensão regional do Farense e projectando o nome "Algarve" além fronteiras?

É deste critério que me interrogo, como também me interrogo do porquê do total desprezo desta entidade para com o Centro de Ciclismo de Tavira, clube que conseguiu a maior conquista desportiva da região nos últimos anos, a vitória na Volta a Portugal em Bicicleta, e que por estes dias, têm uma mediatização brutal entre nós. Como se sabe, o "naming" das equipas de ciclismo é um veículo muito forte de marketing, divulgado na estrada, mas essencialmente nos media, situação que por exemplo, no nosso país vizinho é algo absolutamente normal, com o patrocínio forte da região da Andaluzia e da Galiza às suas equipas...

Mas aqui tudo é diferente, resta saber o porquê deste critério... Eu até imagino mas não me atrevo a escrever...

domingo, 9 de agosto de 2009

Boa exibição não invalida derrota com velho rival

Jogo de apresentação aos sócios
Estádio de S. Luís (Faro)
Assistência:
21 horas, 08/08/2009
Árbitro:
FARENSE 0-1 OLHANENSE
(18 mn, por Rabiola, aproveitando da melhor forma uma cruzamento de Ukra e cabeceando para o único golo do encontro)

Farense: Gonçalo (24); Cannigia (7), Arlindo (6), Idalécio (27), Wilson (5); Luís Lopes (4), Luís Afonso (13), Rodrigo (10), David Justo (23), Norberto (20), Bruno (16). Treinador: Edinho

Jogaram ainda: Alemão (10) Quadros (8), Caras (22)

sábado, 8 de agosto de 2009

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

A verdade do Rock One...

Não foi em vão que achámos ridículo o objectivo apontado para o festival Rock One, que ocorre no Autódromo Internacional do Algarve e que foi apadrinhado pelo edil Manuel da Luz.

Numa altura em que os Linkin Park, banda de topo da música mundial, ainda nem eram cogitados, imaginámos logo que muito difícilmente o objectivo de 50 mil pessoas/dia seria atingível... A mania das megalomanias em torno de Portimão, origina estas desilusões, bem expressas na reportagem que acabo de ler...

Amanhã também eu me deslocarei ao recinto para desfrutar de bons momentos, em especial ao som dos Offspring, banda do "meu tempo"... Por isso, e excepcionalmente o Farense ficará para segundo plano... Mas prometo-vos que por poucas horas...

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Farense apresenta-se aos sócios este sábado às 21 horas

Frases...

"Das cerca de 120 ou 130 propostas que fizemos em 2005, 72 por cento estão cumpridas - oito por cento estão assim-assim e só 20 por cento não foram cumpridas"

- por José Apolinário no Jornal O Algarve, 06/08/2009


Ou seja, assim se explica o aumento de competitivadade a todos os níveis, de Faro em relação aos outros concelhos do Algarve...

Sorteio da Terceira Divisão - Primeiro jogo é Farense Castrense dia 06/09

SÉRIE F

1 - Lusitano Ginásio Clube 2 - Juventude SC 3 - GD Beira-Mar 4 - Moura AC 5 - FC Castrense 6 - Grupo União Sport 7 - GD Fabril Barreiro 8 - CF Esperança de Lagos 9 - CDR Quarteirense 10 - SC Farense 11 - GD Pescadores Costa Caparica 12 -CD Cova da Piedade

- Matriz de jogos
1ª Jornada (06.09.2009): 1-3, 10-5, 8-7, 6-9, 4-11, 12-2;
2ª Jornada (20.09.2009): 3-12, 5-1, 7-10, 9-8, 11-6, 2-4;
3ª Jornada (27.09.2009): 3-5, 1-7, 10-9, 8-11, 6-2, 12-4;
4ª Jornada (11.10.2009): 5-12, 7-3, 9-1, 11-10, 2-8, 4-6;
5ª Jornada (25.10.2009): 5-7, 3-9, 1-11, 10-2, 8-4, 12-6;
6ª Jornada (01.11.2009): 7-12, 9-5, 11-3, 2-1, 4-10, 6-8;
7ª Jornada (08.11.2009): 7-9, 5-11, 3-2, 1-4, 10-6, 12-8;
8ª Jornada (15.11.2009): 9-12, 11-7, 2-5, 4-3, 6-1, 8-10;
9ª Jornada (06.12.2009): 9-11, 7-2, 5-4, 3-6, 1-8, 12-10;
10ª Jornada (13.12.2009): 12-11, 2-9, 4-7, 6-5, 8-3, 10-1;
11ª Jornada (20.12.2009): 11-2, 9-4, 7-6, 5-8, 3-10, 1-12.

Informação acerca dos escalões de formação do SC Farense

Sporting Clube Farense – Formação
Infantis, Iniciados e Juvenis – início dos treinos

Os Infantis do Sporting Clube Farense vão começar os treinos no dia 2 de Setembro, às 18:30 horas, no Politécnico da Penha.
Este ano, sob a orientação de João Carvalho, os Iniciados vão treinar 3 dias por semana, segunda, quarta e quinta-feira, entre as 18:30 e as 19:30 horas.

Convida-se desde já os jovens entre os 10 e 12 anos de idade que queiram comparecer nas primeiras semanas para treinos de captação.
Entretanto, também os Iniciados, sob a orientação do Professor Antero, vão começar os treinos, dia 1 de Setembro.

Este escalão de formação vai treinar no Politécnico da Penha, terça, quarta e sexta-feira, a partir das 18:30 horas.

Também os Juvenis, começam os treinos dia 17 de Agosto, às 19:45 horas, pelo que poderão comparecer os atletas que desejarem prestar provas para este escalão de futebol

SCF – Gab. de Imprensa

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

A força dos blogues...

Funcionários da Câmara de Faro vão passar a estar na ponte da Ilha de Faro, junto aos semáforos, para controlar as entradas e saídas da Praia de Faro, entre as 11h30 e as 14h00 e as 18h00 e as 20h30.

Esta medida, anunciada pela autarquia, destina-se a regular as filas de trânsito nos períodos de maior fluxo automóvel. A medida visa também «corrigir a presença irregular da GNR, situação que tem provocado a formação de engarrafamentos no acesso e saída da Praia de Faro». Ao fim-de-semana, a Câmara de Faro propôs o pagamento de serviços remunerados para garantir a prestação deste serviço.

A autarquia, em comunicado, afirma lamentar «os transtornos esperando que a disponibilização de funcionários camarários diminua as dificuldades no acesso e saída da Praia de Faro». Para o futuro, a Câmara já assegurou, no âmbito do Programa Polis, o avanço de uma nova ponte, bem como, a construção de um Parque de Estacionamento junto à pista do Aeroporto Internacional de Faro, acrescenta a autarquia.

Foi preciso "A Defesa de Faro" levantar a lebre... Palavras para quê? Se ninguêm reclamasse mais um Verão se passaria neste marasmo! Mas nós também já tinhamos dado o "lamiré" à tempos atrás...

Aviso à navegação...

Sei que o blog "Algarve Farense" é alvo nalgumas ocasiões durante o dia, duma interferência com outro site, denominado "imettzu.com", situação que desde já lamento e para a qual estou a tentar arranjar solução.

Enquanto a situação não for corrigida, agradecia desde já a vossa compreensão, e aconselho a que, quando confrontados com esta situação, fechem mesmo a janela do browser e voltem-na a abrir alguns segundos depois, altura em que a interferência deverá já estar ultrapassada.

Farense de bom nível vence 3-0 o Almancilense


O Farense recebeu e venceu na tarde-noite de hoje a equipa do Almancilense que este ano vai militar na 1.ª Divisão Distrital, num jogo que serviu para dar rodagem aos jogadores de ambas equipas, numa fase em que a época competitiva se avizinha a passos largos para o seu inicio.

Edinho escalou um onze com seis alterações face ao jogo com o Olhanense, com destaque para as inclusões de Alemão e Paulinho na equipa, ambos pouco rodados no jogo de sábado, e no caso particular de Alemão, uma cara nova em relação à época passada e que hoje confirmou os atributos que havia denunciado nos poucos minutos do jogo com o Olhanense. Numa primeira parte muito agradável o Farense surgiu mandão no jogo, dominando o adversário e demonstrando boas movimentações na transição defesa-ataque. Luís Lopes, que neste jogo experimentava a posição de trinco, acabaria por sair lesionado aos 25 minutos, rendido por Rodrigo, quando o Farense já vencia por 1-0, graças a um golo de Toni. Rodrigo entrou bem na partida e mostrou que poderá ser uma mais valia na equipa, mostrando um grande à vontade nos passes de longa distância, dando outro dinamismo ao jogo ofensivo dos Leões de Faro. Com naturalidade foi alcançado o 2-0, resultado com que se chegou ao intervalo, e que demonstrava a diferença de nível entre as equipas.

Na segunda parte, Edinho trocou logo de ínicio alguns jogadores, refrescando a equipa que manteve o bom nível exibicional por algum tempo, diante dum adversário, treinado pelo experiente Arménio Guerreiro, que poucas vezes incomodou Edgar, e quando o fez, foi à base de remates de longe, anulados com maior ou menor dificuldade pelo "keeper" farense. Chegando ao 3-0 logo no inicio da segunda metade, o Farense acabou o jogo em ritmo mediano, privilegiando a troca de bola e guardando o resultado com segurança.

Jogo-treino de 80 minutos
Estádio de S. Luís (Faro)
Assistência: 150 espectadores
20 horas, 05/08/2009
Árbitro:
FARENSE 3-0 ALMANCILENSE


(18 mn, por Toni, na sequência dum contra ataque iniciado por Luís Afonso, no qual este endossa a bola para a esquerda, onde Alemão, solto de marcação e com espaço para correr, constrói a jogada, cruzando para Toni que facilmente encostou para o golo inaugural)
(34m, por Luís Afonso, numa jogada iniciada em Toni que conduz a bola e endossa para Alemão na cabeça da área. Este, com muita rapidez vê Rodrigo no outro lado da área solto, ao qual Rodrigo responde com um passe atrasado para Luís Afonso fazer um golo de belo efeito, ainda fora da grande área)
(48m, por Alvarinho, numa jogada iniciada em Idalécio que serviu Bruno à entrada da área. O gigante vê Alvarinho a desmarcar-se entre os centrais e serve "de colher" para Alvarinho rematar de primeira para o fundo da baliza do pavilhão)

Farense: Edgar (1); Filhó (15), Arlindo (6), Idalécio (27), Wilson (5); Luís Lopes (4), Luís Afonso (13), Quadros (8), Paulinho (18), Toni (17), Alemão (9). Treinador: Edinho
Jogaram na segunda parte: Rodrigo (10) Cannigia (7), Alvarinho (11), Bruno (16), Oliveira (2), Caras (22), Justo (23).

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Viva a Burocracia...

Muito "boa bola"!! Se escrevem estas "bacoradas" num ofício, alguma vez poderiam desencalhar os milhares de processos que estão pendurados à anos nas gavetas dos tribunais?? Isto faz lembrar os "outros" que dizem que fazem, que têm um projecto para Faro e tal, mas são incapazes de alterar a temporização dos semáforos à entrada da Ilha, por forma a escoar mais rapidamente o trânsito na Ilha de Faro, amenizando um pouco a sofreguidão dos farenses e dos que nos visitam...

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Um "Stop" bem escondido...

Algures entre Faro e Loulé...

Faro: Apolinário define programa funcional para centro comercial em risco de ser penhorado

O presidente da Câmara de Faro reuniu-se esta segunda-feira com agentes culturais algarvios para definir o programa funcional do centro comercial "Atrium Faro", uma superfície comercial que está quase sem lojas abertas e em risco de ser penhorado pela banca. "Hoje definiu-se o programa funcional do centro comercial e agora falta justificar a proposta de compra junto da banca. Estamos a preparar, juridicamente, os cadernos de encargos para alavancar o projecto", explicou, em declarações à Lusa, o autarca José Apolinário.

Situado na principal artéria da baixa de Faro e erguido sobre o antigo Cine-Teatro Santo António, o Atrium Faro, inaugurado há mais de dois anos, tem 30 lojas, mas apenas duas estão ocupadas, tendo as três salas de cinema encerrado há cerca de mês e meio. Com o objectivo de salvar o projecto comercial, a Câmara de Faro anunciou que pretende adquirir o "Atrium Faro" através de uma parceria público-privada e adaptar o espaço com uma área cultural e outra comercial.

A área comercial terá um total de 1.300 metros quadrados (m2) - a maior parte no rés-do-chão e o restante no primeiro piso - e a área cultural será distribuída pelo primeiro e segundo piso, adiantou José Apolinário, que pretende ter até ao final deste mês o caderno de encargos lançado. A Câmara vai ainda convidar a Escola de Ourivesaria "Contacto Directo" de Lisboa a abrir uma delegação no Atrium Faro, assim como pretende trazer para aquele espaço um julgado de paz, um centro de mediação de conflitos. Em declarações à Lusa, o presidente da Câmara de Faro acrescentou que a operação envolve verbas na ordem dos sete milhões de euros, que incluem a aquisição do edifício e algumas obras de adaptação "às novas funcionalidades".

O processo apenas será viável com a participação de parceiros privados e a redução de custos de manutenção (que rondam os 17 mil euros mensais), argumenta o autarca, frisando que o objectivo da autarquia não é "salvar um negócio", mas sim utilizar o espaço para fins culturais, com serviços públicos e lojas.
In Região-Sul

Não sei porquê mas isto faz me lembrar a nacionalização do BPN. O investismento de 7 milhões de euros, por uma autarquia falida num projecto privado fracassado é no mínimo discutível, aumentando ainda mais a dependencia da CMF à banca... Será este o caminho?

domingo, 2 de agosto de 2009

Estreia Farense termina com vitória tranquila do Olhanense

Mais vale apanhar H1N1 do que ser Olhanense,
pelos South Side Boys

Torneio da AFA, Meia-Final
Estádio da Nora (Ferreiras)
Assistência: 200 espectadores
19 horas, 01/08/2009
Árbitro: Nuno Guerreiro (Algarve)
FARENSE 0-2 OLHANENSE

(5 mn, por Fábio, na sequência duma bola bombeada para a área, após vários toques de jogadores olhanenses pelo ar, surge Fábio, imparável a fuzilar de pé esquerdo no interior da área)
(29m, por Rui Baião, marcando de cabeça na sequência duma cruzamento da direita para área, na qual o guarda redes Edgar sai extemporaneamente da baliza, proporcionando a Rui Baião um golo de cabeça)

Farense: Edgar (1); Cannigia (7), Luis Lopes (4), Idalécio (27), Caras (22); Arlindo (6), Luis Afonso (13), Rodrigo (10), Justo (23), Norberto (20), Bruno (16). Treinador: Edinho
Jogaram na segunda parte: Gonçalo (24), Filhó (15), Wilson (5), Pintassilgo (14), Quadros (8), Toni (17), Alemão (9), Danilo (30).


O Farense deu ínicio na tarde de ontem a mais uma longa caminhada, que se quer ultrapassada com sucesso, numa altura em que está prestes a comemorar 100 anos de existência. Estreando-se em jogos neste ano desportivo, os Leões de Faro tinham como adversário o seu eterno rival, o Olhanense, este ano de regressa à 1.ª Divisão, 35 anos após a última passagem. Estavam por isso em confronto as duas equipas algarvias com maior historial no futebol nacional, trazendo à memória outros tempos, mas sempre com a genuina alma presente das suas gentes, mesmo que o Farense esteja abaixo dos patamares que nos habituou.

Neste solarengo fim de tarde de sábado, o Estádio da Nora, nas Ferreiras, recebia então os dois conjuntos, perante o olhar atento de duas centenas de pessoas, e muita presença de adeptos farenses. O Farense, que apresentava 4 novidades no onze inicial face à época passada, acusou a sua prematura preparação, frente a um adversário com um orçamento dez vezes superior e já com um mês de trabalho para trás, sofrendo um golo nos primeiros minutos de jogo. Apesar de nesses momentos se notar algum equilíbrio, embora com maior clarividência de jogo por parte dos rubro negros, nada justificava a vantagem dos comandados de Jorge Costa, que a partir daí começaram a desenvolver com maior facilidade o seu futebol, angariando muitos cantos e não se coibindo de rematar à baliza de Edgar. Os lances de perigo iam se sucedendo com destaque para um chapéu de Guga, aos 20 minutos, que causou muito perigo às redes farenses, bem como noutro lance em que Edgar sairia precipitadamente da baliza deixando-a à mercê dum atacante olhanense que de baliza escancarada rematou contra Arlindo. O segundo golo do Olhanense adivinhava-se e aos 29 minutos, em mais um lance precipitado da defesa farense, Rui Baião conferiria o 0-2. Com o resultado já seguro, os olhanenses optaram então por reduzir um pouco a intensidade de jogo, interrompida a espaços por algumas triangulações ao primeiro toque que causavam calafrios à defesa farense. Por seu turno, o Farense parecia cair fisicamente, situação natural nesta fase da época e frente a um adversário que mesmo jogando a meio gás obrigava a muito jogo sem bola dos atletas farenses. Jogando no habitual 4x3x3 de épocas anteriores, o Farense por alguns momentos tentava o contra ataque, muitas vezes na busca de Norberto e Justo nas alas, queixando-se de dois lances com algumas dúvidas no interior da grande área olhanense.

Chegávamos à segunda parte, e Edinho, na estreia como treinador principal, optou naturalmente por lançar logo algumas unidades na partida, o mesmo fazendo Jorge Costa, que havia iniciado o jogo com alguns potenciais titulares no banco. Se a primeira parte havia terminado "em baixo", melhor não se assistiu na segunda que foi jogada a um ritmo lento e com pouco interesse para os espectadores. Nota para uma jogada dividida entre Pintassilgo e Ventura, obrigando o primeiro a ser logo assistido após ter saído maltratado desse choque, situação que foi prontamente remediada pelos médicos das duas equipas. Mais algumas alterações foram ocorrendo no decorrer da segunda parte com destaque para a entrada de um jogador de que muitos se interrogam, mas que à primeira vista poderá ser uma mais valia para o plantel às ordens de Edinho. Trata-se de Alemão, jogador experiente, mas que nos parece ter alguma cultura táctica e embora não seja novo, não é lento de movimentos, mostrando vontade e um poderio físico assinalável. Num jogo com pouco interesse, destaque apenas para mais duas jogadas perigosas, uma num remate fortíssimo de Castro que de fora da área enviou o esférico ao travessão da baliza de Gonçalo, e por fim, já no termo do jogo, por Idalécio, que se elevou mais alto do que os outros e efectuou uma cabeçada que enviou a bola a razar o poste esquerdo da baliza de Ventura.

Em suma, um bom treino para o Farense, a quem não se podiam regatear mais esforços nesta fase da época, contra uma adversário de outra dimensão, mas que que neste jogo optou por não imprimir uma toada de jogo viva, numa partida que teve uma arbitragem algo contestada pelas hostes farenses, mas para o qual damos o beneficio da dúvida.