terça-feira, 11 de agosto de 2009

Estádio São Luís pode ficar intacto

FARENSE NEGOCEIA ACORDO COM INVESTIDORES

A solução para o passivo do Farense, estimado em cerca de 11 milhões de euros, deverá passar por um acordo com um grupo de capitais nacionais e estrangeiros. Nesse negócio deverá haver o aproveitamento imobiliário de um terreno do clube situado à entrada de Faro, e de alguns espaços envolventes ao Estádio São Luís, o qual será mantido.

"Estamos em negociações adiantadas e tudo aponta para acordo, faltando apenas resolver problemas burocráticos com a Câmara", disse o presidente António Barão, que garantiu: "Esta é a solução que melhor defende os interesses do Farense."
O dinheiro obtido servirá para liquidar o passivo e o remanescente será aplicado na equipa de futebol. "Queremos regressar rapidamente aos escalões profissionais", disse.

Não se pode exigir mais a esta Direcção em tão curto espaço de tempo. Mas perdoem-me, só acredito quando ver "preto no branco..."

1 comentário:

Anónimo disse...

Se o Farense se safar com estes terrenos que não comprou acho que só isso responde ao post sobre apoios que não foram dados.

E deve ser giro para as eleições da camara visto que foi doado no tempo do Vitorino...