domingo, 30 de agosto de 2009

Farense segue em frente na Taça de Portugal

O Farense passou à 2ª eliminatória da taça de Portugal ao vencer no seu reduto a formação do vitória do Pico, equipa que disputará o nacional da 2ª Divisão B nesta temporada.

Foi uma partida típica de ínicio de época, com futebol lento e pouco atractivo de parte a parte, com muitos passes errados e que valeram essencialmente pela festa do golo. Senão vejamos, na primeira vez que os açorianos foram à baliza farense com relativa intencionalidade fizeram golo, isto na sequência da marcação de um pontapé de canto, em que Gonçalo calculou mal o tempo de saída. Edinho que havia apostado em entregar as alas a dois jovens formados no clube, via-se a perder e a sua equipa com pouca profundidade pelos flancos. O centro do terreno também denotava algumas dificuldades com Luís Afonso e Rodrigo a não conseguirem servir o muito só Alemão em condições. No lado esquerdo da defesa, Wílson praticamente não subia no terreno o que fazia com que Álvaro apanhasse sempre com 2 ilhéus pela frente, de resto nunca conseguiu levar superioridade sobre a defesa adversária. Apenas na direita Cannigia ia investindo nas subidas permitindo a Tony ter alguma liberdade. Quando já todos esperavam o intervalo o Farense chegou à igualdade por intermédio de Álvaro que bem posicionado na posição de ponta de lança logrou marcar na continuação de um lance em que Alemão havia rematado para uma boa defesa do guarda-redes do Vitória. Chegava-se ao intervalo com um resultado justo pois ambas as equipas pouco haviam feito para estarem a vencer.

Ao intervalo Edinho colocou Davide Justo em campo para o lugar do apagado Tony, e a substituição não demorou a dar frutos, pois 1 minuto depois do reatamento, Justo colocava os Algarvios em vantagem no marcador. O jogo apesar do golo manteve a mesma toada lenta até final, com as melhores ocasiões a pertencerem aos algarvios e só já perto do final os forasteiros tiveram ténue resposta mas em que podiam mesmo ter levado o jogo para prolongamento.

Jogo fraco, com vitória justa do Farense sobre um adversário que denotou alguma fragilidade no sector defensivo e atacante e que de certo encontrará muitas dificuldades no campeonato que está prestes a começar. O Farense denotou alguma falta de entendimento entre sectores talvez por apenas metade do onze inicial fazer parte da equipa do ano passado.

Taça de Portugal - 1ª eliminatória
Estádio Algarve (Parque das Cidades)
Assistência: 500 espectadores
16 horas, 30/08/2009
Árbitro: Ricardo Oliveira (Lisboa)
FARENSE 2-1 VITÓRIA DO PICO

(22 mn, por ......, na sequência dum cantao convertido da direita do ataque açoreano, surge um jogador ao segundo poste a marcar de cabeça, aproveitando uma má saída do guardião farense)
(44 mn, por Álvaro, numa jogada em que Alemão, descaído pela direita, dentro da área remata para defesa incompleta do guardião contrário, assistindo depois Álvaro para marcar facilmentre o golo do empate)
(46 mn, por David Justo, aproveitando um cruzamento da esquerda e rematando forte, dentro da área para o golo da vitória)

Farense: Gonçalo; Cannigia, Arlindo, Idalécio, Wilson (Caras, 73mn), Quadros, Luís Afonso, Rodrigo, Tony (Justo, 45mn), Álvaro, Alemão (Pintassilgo, 66mn). Treinador: Edinho

Crónica e Foto são cortesia do Blog Leões de Faro

Sem comentários: