terça-feira, 29 de abril de 2008

Farense pode festejar o título de campeão

Terça, 29 de Abril de 2008

O Farense fez as contas e sabe, se ganhar este sábado nos Machados e o Lusitano VRSA não for além de um empate no reduto do Faro e Benfica, festejará o título de Campeão do Algarve. Um factor curioso e que não deixa de ser estimulante, prende-se com a coincidência de, no ano passado, em Machados, também ter havido festa para os de Faro.

Recorde-se, na época transacta, as duas equipas (Machados e Farense) competiram na 2ª Divisão Distrital e ambas ascenderam ao principal campeonato da região. O Farense mais cedo do que a equipa de Machados, precisamente a cinco jornadas do final quando a equipa da capital algarvia foi ao campo António Coelho vencer por concludentes 4-1. Para os que não acreditam que a história se repete, o Farense tem agora a responsabilidade de contrariar essa tese, se vencer e o seu principal perseguidor (Lusitano VRSA) não for além de um empate na deslocação ao reduto do Faro e Benfica.

Luís Pires, treinador do Machados também sabe desta possibilidade e promete contrariar o favoritismo do líder. “Há esta curiosidade a alimentar o entusiasmo à volta deste jogo, a possibilidade do Farense voltar a festejar um título em nossa casa. A nós compete-nos contrariar essa possibilidade e tudo faremos para pontuar. Queremos a manutenção e apesar de reconhecermos o valor do Farense, lutaremos até ao último segundo pelos três pontos”.

No lado do Farense, o técnico Jorge Portela rejeita euforias, todavia, a vantagem de sete pontos sobre o segundo classificado, permite encarar o que resta do campeonato com alguma tranquilidade. “O campeonato é feito de jornadas nas quais estão três pontos em disputa em cada uma delas. A vitória, para nós, é a principal meta, seja onde for e com quem for. Obviamente que respeitamos todos os adversários e o Machados é o próximo. Para além do valor da equipa do Machados, já demonstrado ao longo da competição, há ainda o factor casa num campo com características singulares a acrescentar as dificuldades que nos aguardam. Exige-se muita concentração e esforço da nossa parte para conseguirmos o que mais desejamos, a vitória”.

Olhando ainda para o emblema de Faro, ninguém tem dúvidas em dizer que os comandados de Jorge Portela têm sido os mais regulares ao longo da época. Somam 62 pontos, mais sete do que o segundo (Lusitano) e 13 sobre o terceiro (Castromarinense). Depois, possuem o ataque mais concretizador com 65 golos apontados e ainda a defesa menos batida (18 golos sofridos). O Farense é a única equipa que já chegou às 20 vitórias, a que regista menos empates (2) e a quem menos vezes perdeu (4). Neste registo tem como parceiro o Armacenense.

Sem comentários: