segunda-feira, 21 de abril de 2008

O Fim de Semana Desportivo em Análise

Neste fim de semana apenas 2 equipas do Farense estiveram em acção e começando, pelos Iniciados, tiveram um resultado positivo batendo o Alvorense por 6-0 e aproximando – se do terceiro posto da classificação, que é pertença do S. Luís, o outro emblema da cidade de Faro neste escalão. Quanto à equipa Sénior, bateu no Estádio Algarve, o histórico Esperança de Lagos por 3-0 e deu mais um passo muito importante rumo à promoção, que pode mesmo acontecer na próxima jornada, nos Machados. Para que tal aconteça, é necessário que o Farense vença no pelado do António Coelho a equipa local e espere que o Faro e Benfica vença o vice-líder Lusitano e deixe os pombalinos a 10 pontos dos Leões de Faro.

Na Terceira Divisão Nacional, fase de subida, destaque para a equipa do Quarteirense, que sem se dar por ela, está envolvida na luta pela promoção à Segunda B, na sequência da vitória caseira diante do Beira Mar de Monte Gordo por 3-1. Para as duas equipas tudo ainda é possível, e o Beira Mar dispõe de mais jogos em casa, pelo que pode tirar vantagem desse factor. Quanto ao Campinense, que cumpriu o seu objectivo ao conseguir o apuramento para esta fase e garantir automaticamente a subida, foi derrotado pelo fabril por 1-0.
Nas fases de manutenção, confusão total, no grupo 1, onde estão 3 equipas algarvias. Se só uma das 4 equipas do grupo guarda automaticamente a manutenção, todos esperamos que essa seja do Algarve, mas para já estão 3 galos para esse poleiro… A surpresa veio de Évora onde o praticamente condenado Imortal, venceu o Lusitano por 1-2 e deixou quase empatados no topo, Silves, Lusitano e Almancilense. Os homens de Almancil, a realizar um péssimo final de época, não foram além dum empate a dois golos no seu terreno com o Silves e perderam oportunidade soberana de subir ao lugar cimeiro, sendo obrigados a vencer pelo menos um dos encontros forasteiros para garantir a manutenção. Por outro lado o Silves, com este empate, subiu ao primeiro lugar, e tendo em conta a trajectória ascendente, é mesmo para mim, o favorito à “salvação”.
No grupo 2, onde compete o Ferreiras, a jornada foi positiva pois bateu 2-0 o União de Montemor, e mesmo que em segundo lugar, está com 24 pontos, sendo melhor segundo que o do grupo 1, garantindo neste caso a manutenção

Na Segunda Divisão B, mais uma derrota para a equipa do Lagoa, que se deslocou ao líder incontestável da competição Olivais e Moscavide, sendo derrotado por 1-0. Já na fase de manutenção, o Louletano regressou às vitórias batendo no Estádio Algarve o condenado Lusitânia por 2-0, conservando o perigoso segundo lugar em virtude da vitória 2-0 do líder Real na casa do Madalena, o que obriga os homens de Loulé a vencer em Massamá, caso não queiram deixar o pseudo candidato à Liga Vitalis, com os pés virados para a Terceira Divisão Nacional, onde o Farense está quase a chegar
No outro grupo, o praticamente condenado Messinense empatou a uma bola com o Pinhalnovense de Paco Fortes e disse adeus a estas passagens de 2 épocas pela Segunda B.

Por fim na Liga Vitalis, grande destaque para o primeiro derby algarvio com transmissão pela TV, jogo que opôs o Olhanense e o Portimonense no José Arcanjo. Expectativas muito elevadas para os homens de Olhão, que acalentavam esperanças de subida mas que mais uma vez acusaram a pressão e não levaram a melhor ao Portimonense que estudou muito bem a lição e graças a um golo de Gonzalo, levou os 3 pontos para Portimão, pontos esses muito preciosos para garantir a manutenção. E quem viu a partida pode mesmo questionar as opções de Diamantino no decorrer da segunda parte em que abdicou de unidades muito ofensivas para colocar jogadores para o meio campo, o que tirou poder de fogo aos olhanenses, deixando o Portimonense como peixe na água, averbando uma vitória justa e importante.

Sem comentários: