terça-feira, 22 de julho de 2008

O fim do menino de Ouro, o início de um novo João Pinto

Foi indiscutivelmnte, um dos jogadores que mais admirei, e por diversas razões, até mesmo extra desportivas. Um grande profissional e um fora-de-série nos relvados foi ao contrário de outros, Bi Campeão Mundial de Juniores e acredito que se tivesse a ambição de sair do nosso País poderia estar equiparado a "outros" da "geração de ouro" que tiveram outra projecção a nível internacional e puderam também progredir como profissionais ao mais alto nível. Lamento a sua personalidade algo irreflectida em alguns momentos da carreira, mas João Pinto, devido à sua compleição física e ao potencial técnico era um alvo vulnerável para quem não lhe conseguia "tirar"a bola, acumulando algumas expulsões no tempo em que o Porto dominava ainda mais vincadamente os meandros da arbitragem nacional, fruto de análises erradas dos homens de preto, aos quais este respondia de forma precipitada, um pouco à imagem do que aconteceu também na sua mancha mais negra da carreira, no Mundial 2002 em que agrediu Angel Sanchez... Poderia optar por colocar aqui imagens do 6-3 ou da magnífica cabeçada que deu golo frente à Inglaterra em 2000, golo este considerado um dos mais bonitos de sempre em Europeus, mas aproveito a oportunidade para relembrar um lance em que driblou seis dos melhores defesas do mundo... Lembram-se?

Sem comentários: