terça-feira, 1 de janeiro de 2008

O Fim de Semana Desportivo em Análise

Jogou-se neste sábado mais uma jornada do Campeonato Nacional da Segunda Divisão B, bem como da Terceira Divisão Nacional Série F. O restantes campeonatos pelos quais nos temos debruçado nesta análise semanal estiveram parados, ou foram antecipados os seus jogos, como no caso do Farense, para que os jogadores pudessem aproveitar da melhor forma esta quadra festiva. Contudo, notamos que há uma certa incoerência na planificação dos calendários desportivos.... Senão vejamos: O nosso futebol nacional, divide-se por quatro divisões, as duas primeiras, consideradas ligas profissionais, sob a égide da Liga Portuguesa de Futebol Profissional e as outras duas sob a égide da Federação Portuguesa de Futebol, na qual se intitulam na teoria como ligas amadoras. Seguindo esta linha de raciocinio, nas Ligas Profissionais em que hà jogadores principescamente pagos, e na qual se pretende que eles sejam os artistas do espectáculo/indústria do futebol, seria lógico que os mesmos estivessem em acção nos momentos mais propícios ao négócio, ou seja na altura que as pessoas tendo mais tempo livre e dinheiro na carteira (ou cartão), mais facilmente se deslocariam aos estádios. Contudo em Portugal é ao contrário... Cabe aos ditos amadores assumir o preenchimento do calendário desportivo, privando-se dos seus nesta época, e ainda por cima tendo salários ou prémios muito mais diminutos que os ditos profissionais. Das duas uma, ou a jornada não se diputava na íntegra nesta quadra, por todos os escalães dos Nacionais, ou nunca seriam os amadores a ter que suportar esta situação. Enfim....

Quanto ao jogo jogado, já escalpelizámos o jogo que opôs o Campinense ao Amora, com derrora dos locais 2-3, e no restante da jornada os destaque vai mais uma vez para o Almancilense, que na deslocação a Albufeira, deu mais uma prova da sua qualidade e querer, ao derrotar o Imortal por 0-3. Com este resultado os homens de Almancil chegam-se ao segundo lugar da tabela. Realce também para o Beira Mar de Monte Gordo, que venceu em casa o Ferreiras por 1-0 e subiu ao quarto posto. Ainda nesta série o Quarteirense acabou por não dar sequência ao bom resultado da semana passada e perdeu em casa com o histórico Barreirense por 1-2, e o Silves foi empatar ao Lavradio no Barreiro com o Fabril, num jogo anteriormente disputado.
Na Segunda B, jornada positiva para as equipas algarvias. O Lagoa continua a fazer uma campanha muito aceitável e neste ano de estreia na Segunda B, fez mais uma vez história ao derrotar a mítica equipa do Atlético por 1-0. O Messinense também não ficou atrás, e na despedida do técnico interino, José Mourinho, venceu o Juventude de Évora por 2-0, somando importantes 3 pontos na fuga aos lugares da cauda da tabela.
Pior sorte teve o Louletano, que foi a Pinhal Novo perder com a equipa do "nosso" Paco Fortes por 2-0. Neste momento a equipa de Loulé está já a 7 pontos da zona que dá acesso à fase de subida, quando faltam 10 jogos para o termo desta fase. Cabe aos comandados de Bruno Cardoso inverter esta grave situação, pois a não classificação para a fase decisiva de subida, será certamente frustrante para tanto investimento.

Sem comentários: