quarta-feira, 5 de março de 2008

Final da Taça da Liga vai ser “uma festa”

"Bilhetes a preços “extraordinariamente acessíveis”

Fazer da final da Taça da Liga uma “grande festa” é o objectivo, anunciado hoje, da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), que promete bilhetes a preços “extraordinariamente acessíveis” para o encontro decisivo do torneio, marcado para o Estádio Algarve. A final da competição patrocinada pela Carlsberg, entre Sporting e Vit. Setúbal, está agendada para o próximo dia 22 de Março, sábado de Páscoa, pelas 20:30 horas.
O responsável máximo da LPFP, Hermínio Loureiro, juntou hoje, naquele recinto, as duas autarquias (representadas pelo presidente da câmara de Loulé, Seruca Emídio, e pelo vereador de Desporto da câmara de Faro, João Marques) e o patrocinador principal (representado por Francisco Guedes), para dar a conhecer as últimas novidades do jogo decisivo. A ideia passa por fazer uma “grande festa” no dia 22. “É a primeira final oficial no Estádio Algarve. Por ser um motivo especial, esperamos juntar mais jovens, mais mulheres, mais famílias”, salientou o presidente da Liga.

E para chamar as pessoas, a organização pensou em preços “extraordinariamente acessíveis”: o custo dos bilhetes é de 3 (para portadores do Cartão Jovem), 5 e 10 euros. “Trata-se de uma atenção especial aos adeptos, muitas vezes relegados para plano secundário”, ressalva Hermínio Loureiro. “Os adeptos não vão tanto aos estádios por razões financeiras…” Outra inovação prende-se com a conferência de imprensa de antevisão do jogo, a realizar na véspera, em pleno Estádio Algarve. “Vai ter os técnicos de Sporting e Vit. Setúbal, Paulo Bento e Carlos Carvalhal, respectivamente, lado a lado, a falar da final”, anunciou o responsável.
Hermínio Loureiro enalteceu o “empenho” demonstrado pelos dois clubes na organização do encontro. “Esperamos que seja um sucesso para o futebol, para o Algarve e para a competição.” Seruca Emídio lançou o repto de a final do torneio voltar ao Estádio Algarve em 2009 e o dirigente da LPFP respondeu afirmativamente. “Queremos manter a ligação ao turismo, por isso, não vejo razões para que, no final desta edição, não comecemos a tratar já da próxima final…” Ainda assim, a prova – considerada um “sucesso” nesta primeira edição” – será alvo de alterações, especialmente no modelo, para que se realizem mais jogos envolvendo as equipas da Liga Vitalis: nesta edição inaugural, oito equipas do segundo escalão profissional jogaram apenas uma vez. “Queremos mais jogos, para conseguirmos mais receitas, mais público, mais espectáculo”, sublinhou."

Por Edgar Pires

Fonte: http://www.regiao-sul.pt/

Depois de falhada a promessa de um jogo da Nossa Selecção no Estádio Algarve nesta fase de qualificação para o Euro'2008, e de não haver uma equipa algarvia na Bwin Liga utilizadora do Estádio Algarve, parece que Hermínio Loureiro não têm problema algum em trazer a festa do futebol ao Algarve. Esperemos que não se fique por aqui e que nas próximas edições da Taça da Liga, o recinto algarvio seja o anfitrião da final da prova, dando projecção e utilização ao tal elefante branco de que muitos falam, mas se esquecem que foi o estádio construído de raiz mais barato de todos! E para além disso têm habitual utilização do Farense e Louletano, superando assistências dos estádios de Leiria e Aveiro... Só que desses ninguém fala!

Sem comentários: