segunda-feira, 17 de março de 2008

O Fim de Semana Desportivo em Análise

Mais um fim de demana passado e desta feita pode-se dizer que foi positivo para as equipas de futebol do Farense, bem como para as equipas algarvias nos Nacionais.

Começando pelos Leões de Faro, tiveram uma jornada positiva nos escalões mais jovens e nem a derrota da equipa de Infantis A em Almancil por 4-3, invalidou que a equipa assegurasse a promoção. Também nas Infantis B a jornada foi bastante positiva pois foi à Guia bater a equipa local por 1-6. Enquanto isso, nas Escolas as duas equipas do Farense obtiveram duas vitórias moralizadoras, tendo a Equipa A batido o B Almancilense por 4-0 na Penha, fortalecendo o 3.º lugar na prova, enquanto a Equipa A bateu o Marítimo Olhanense, mantendo-se na 4.º posição. Quanto aos Iniciados, a equipa de Faro bateu em casa o Esperança de Lagos, mantendo-se desta feita no 4.º lugar a 15 pontos do líder Lagoa. Finalmente a Equipa Sénior, teve uma tarde de Sábado descansada, beneficiando duma extraordinária exibição de Brasa e da boa pontaria de Bruno, materializando essas exibições com uma goleada estrondosa por 8-1 diante do penúltimo classificado Aljezurense. Além disso os Leões de Faro beneficiaram do empate forasteiro do Lusitano em S. Brás de Alportel a duas bolas, o que deixa os pombalinos a 7 pontos do Farense e com 8 pontos de vantagem sobre o nosso próximo adversário Castromarinense, que visitou a Penha, batendo o Salgados 0-3.

Na Terceira Divisão Nacional, jornada positiva para as equipas da Nossa Região, pois embora Imortal não fosse aquém dum empate caseiro 1-1 diante do ultimo classificado União de Montemor, que confirmou praticamente o destino da equipa, todas as outras equipas tiveram um desempenho muito satisfatório. Começamos pelo Campinense que venceu o Cova da Piedade por 3-1, equipa que fez uma péssima segunda volta, mas que nas duas ultimas semanas, obteve duas vitórias importantes e que colocam a depender de si próprio para assegurar a permanência, tendo para isso que ir a Almancil bater a equipa local por 2 golos. Destaque também para o próprio Almancilense que foi à Amora bater os locais por 1-3, naquela que constitui a única vitória forasteira da jornada, permitindo desafogar um pouco a equipa de Almancil, à qual basta um empate para assegurar a manutenção antecipadamente. O Ferreiras também deixou tudo em aberto para a última jornada pois foi buscar à casa do líder Aljustrelense, um precioso ponto em virtude do nulo obtido. No derby algarvio da jornada, o Beira Mar garantiu automaticamente a presença na luta pela fase de subida empatando 2-2 com o Quarteirense, que também deixou tudo em aberto para a última jornada. Por fim, nota para o Silves, que têm feito das tripas coração nesta fase final da prova e foi a Évora empatar 2-2 com o Lusitano local, deixando os alentejanos impossibilitados da luta pela subida e angariando um ponto que sabe a pouco, mas que não é de todo desprezável e que pode vir a ser importante ainda.

Na Segunda B, foi tarde de decisões e o Lagoa, garantiu com todo o mérito a presença na fase de subida e consequente manutenção, após empate 1-1 em São Bartolomeu de Messines. Era uma tarde ingrata para o Algarve pois apenas uma das duas equipas algarvias com hipóteses de apuramento seria contemplada e quem sorriu no fim foi o Lagoa, após um golo marcado já no termo da partida de Messines. Um amargo de boca para o Louletano, que cumpriu a sua obrigação ao bater em casa o Lusitânia por 2-0, e que ia beneficiando da derrota do Odivelas nos Olivais por 1-0. A equipa de Loulé chegou a estar virtualmente apurada, mas o empate do Lagoa já perto do fim da partida, hipotecou as aspirações duma equipa que fez uma boa segunda volta com sete vitórias em 13 partidas, podendo-se queixar de um outro resultado caseiro, o suficiente para apurar os homens de Loulé. Mas o futebol é isto mesmo e se fosse ao contrário, seria decerto alegar a referida infelicidade.

Por fim na Liga de Honra, jornada também positiva, começando logo pelo emblema de Portimão, que se deslocou a Vizela e trouxe de lá um ponto muito saboroso, resultado do empate a uma bola, e que a deixa a quatro pontos da linha de água, sendo que na próxima jornada recebe o aflito Desportivo das Aves, num jogo que promete ser clarificador para o futuro do Portimonense na competição. No outro jogo que nos interessa, o Olhanense regressou vitórias, batendo no José Arcanjo, o Varzim, antiga equipa do técnico Diamantino Miranda, por 2-1, o que a coloca a 5 pontos da zona de subida, embora na minha opinião pessoal esse objectivo seja um pouco difícil de obter tendo em conta a irregularidade de resultados obtida pela equipa de Olhão. Espero bem que me engane, mas poderão começar já a contrariar esta ideia na próxima jornada, quando visitarem o líder Rio Ave.

Sem comentários: