terça-feira, 11 de março de 2008

O Fim de Semana Desportivo em Análise

Neste fim-de-semana, mais uma jornada intensa para o Sporting Clube Farense. Nos seus escalões mais jovens, Infantis e Escolas, 3 jogos fora que se traduziram em duas vitórias e uma derrota. Assim as equipas de infantis saíram vitoriosas dos seus dois encontros, por 1-11 em Paderne diante a equipa local e 1-5 em Bias. Quanto às Escolas, no aquecimento para o grande jogo disputado no sábado passado, e equipa farense foi derrotada pelo Lusitano por 4-3, equipa que actualmente lidera o campeonato e que assim largou a sua vantagem.
Quanto aos Iniciados, foram derrotados pelo Quarteirense, no Municipal de Quarteira, n.º 2 por 2-1, resultado que afastou definitivamente a equipa de Faro da luta pela promoção ao Nacional.
Quanto aos Seniores, jornada gloriosa para as gentes de Faro, que pacificamente invadiram Vila Real de Santo António, dando a cor e emoção ao Distritalão. O Farense teve uma jornada muito positiva, assegurando uma vitória preciosa e viu também o Castromarinense atrasar-se na corrida, equipa na qual depositávamos alguns receios e que segundo as crónicas não merecia a derrota caseira diante do sensacional Armacenenses. Bem se pode dizer que o Farense caminha a passos largos para a Terceira Divisão Nacional, que na próxima época terá um formato mais reduzido, logo mais competitivo, e para e qual convém estar devidamente apetrechado. Só esperamos que a situação do Estádio se resolva mui breve, pois os Nacionais estão aí e a "não subida" por esse motivo seria um autêntico balde de água fria.

Na Terceira Divisão Nacional, que se encontra a apenas 2 jornadas do final da primeira fase, as equipas algarvias tiveram um comportamento mediano. As vitórias de Campinense e Quarteirense diante de adversários alentejanos, respectivamente União de Momtemor por 0-1 e Lusitano de Évora por 4-2 permitiram a estas duas equipas de Loulé subir lugares na tabela, agora que todos os pontos são imprescindíveis. O Quateirense está mesmo em 5.º lugar, fruto dum boa segunda volta e colocando em xeque a equipa de Almancil, que neste domingo empatou em casa com o histórico Barreirense a zero bolas. Embora ainda em zona de tranquilidade, o Almancilense está em declínio e nesta segunda volta apenas averbou 3 vitórias em 11 jogos, colocando o seu lugar cada vez mais desprotegido. Nos outros jogos, destaque para p derby do concelho de Albufeira, que terminou com a vitória do Ferreiras de João Clara por 3-1 sobre o Imortal, deixando a equipa da cidade do turismo, cada vez mais afundada na tabela, condenado a uma descida que parece inevitável. Quanto à luta dos dois primeiros, Aljustrelense e Beira Mar, promete durar até ao fim, pois ambos tiveram resultados negativos nesta jornada. O Beira Mar foi derrotado no Barreiro, diante do Fabril por 2-1 e ainda não garantiu a permanência automática na Terceira Divisão. Enquanto isso, o líder Aljustrelense foi a Silves, empatar com a equipa local a uma bola. Nota positiva para o Silves, que embora com tarefa complicada, continua a subir competitivamente e promete ainda muita luta para se manter no Nacional.

Na Segunda B, pior era impossívelAs três equipas algarvias somaram outras tantas derrotas, com o Lagoa a ter o resultado menos aceitável, pois perdeu excelente oportunidade de garantir praticamente a permanência, sendo batido no seu reduto pelo Real de Massamá por 0-1. O Messinense, que apenas podia almejar a angariar pontos para uma 2.º fase mais sólida, foi derrotado por 2-0 em Odivelas e viu o Real aproximar-se, perdendo oportunidade de se chegar ao meio da tabela. Quanto ao Louletano, foi sem dúvida um dos grandes derrotados da jornada, pois teve o “pássaro na mão” e deixou-o fugir. A ganhar por 0-1 fora, diante dum adversário directo, baqueou na segunda parte e têm uma tarefa complicada para esta ultima jornada. Têm que ganhar em casa ao último, o que pode acontecer, mas têm que esperar que Lagoa e Odivelas sejam derrotados respectivamente em Messines e Moscavide… Sem dúvida uma pena, que apenas uma das equipas do Algarve posse disputar um lugar na para tranquilidade…

Quanto à Liga Vitalis, jornada algo agridoce para as duas equipas representativas da região. Se por um lado o resultado do Olhanense na casa do primeiro Trofense, pode-se considerar positivo, a forma como foi alcançado é mais uma prova do que temos escrito neste espaço semanal: infelizemente para nós algarvios, o Olhanense falha nos momentos chave da época! Isto porque a ganhar 2-0 aos 87 mn, permitiu o empate diante dum Trofense atabalhoado e arriscou-se a sofrer a derrota, não fosse uma fantástica intervenção de Bruno Veríssimo na última jogada do jogo. Com este resultado e incidências de jogo, decerto Diamantino terá posto definitivamente a cabeça no sítio e abandonou de vez a ideia de subida de divisão, discurso noticiado na imprensa ma semana passada. Nós que elogiámos com razão Diamantino, aquando da sua chegada ao clube, não podemos deixar escapar a actual situação do clube de Olhão, pois na sequência dos últimos resultados só pode mesmo ambicionar a terminar o campeonato numa posição respeitável. Quanto ao Portimonense, o empate caseiro a zero bolas diante dos Galos de Barcelos não pode ser considerado um mau resultado, mas os seus perseguidores tiveram uma jornada positiva, aproximando-se do clube de Portimão, que ainda assim conserva uma vantagem de 3 pontos sobre a linha de água.

Sem comentários: