segunda-feira, 8 de junho de 2009

Farense suspendeu processo de venda do São Luís

O Sporting Clube Farense já suspendeu o processo de venda do Estádio de São Luís, depois de não ter recebido nenhuma proposta que atingisse o valor mínimo pedido no processo de leilão dos terrenos que o estádio ocupa e os direitos de construção a ele associados, disse ao barlavento.online o presidente do clube Gomes Ferreira.

Ainda «este mês», vai decorrer uma Assembleia-geral extraordinária de sócios, onde será «explicado tudo o que foi feito» na tentativa de vender o imóvel, pela comissão encarregue de o fazer, e debatida uma solução alternativa para a difícil situação financeira do Farense. Apesar deste revés, Gomes Ferreira garante que isto não significa que o Farense vai acabar. «Isto não significa o fim do clube. Há é que arranjar outra solução», disse. Ainda assim avisou que o Farense vai precisar de ajuda. «As forças vivas de Faro têm de se envolver na solução», apelou.

O insucesso da tentativa de vender o estádio acaba por deixar o Farense numa situação complicada, já que se esperava que este negócio permitisse um encaixe financeiro que iria viabilizar o pagamento de todas as dívidas do clube, que são superiores a 10 milhões de euros, bem como ficar com algum fundo de maneio para o futuro. «A situação podia ter ficado já resolvida. Desta forma, o clube continua numa situação periclitante», referiu Gomes Ferreira. Sem a venda do São Luís, não será possível ao clube assinar já a acta final do Processo Extra-judicial de Conciliação, que lhe ia permitir pagar as dívidas aos principais credores fora dos tribunais.

Para o fazer, o Farense terá de encontrar uma forma de pagar as dívidas, que são na sua larga maioria ao Fisco e à Segurança Social, para evitar processos judiciais. Esta questão também será debatida na assembleia, cuja data será anunciada esta segunda-feira.

A suspensão do processo acontece menos de um mês depois de a Câmara de Faro ter anunciado o licenciamento de uma nova grande superfície no Vale da Amoreira. Gomes Ferreira não quis comentar o assunto nem relacioná-lo com o insucesso da venda do estádio do Farense. Na primeira vez que tentou vender o Estádio de São Luís, no ano passado, o Farense recebeu apenas uma proposta válida que atingia o valor pretendido pelo clube, que, na altura, era de 14 milhões de euros. Mas o negócio caiu por terra depois da empresa que fez a proposta não ter conseguido apresentar as garantias bancárias exigidas em tempo útil.

Recentemente, a Câmara de Faro decidiu alterar a distribuição dos cerca de 35 mil metros quadrados de área urbanizável no terreno que o São Luís ocupa. A área comercial passou de três para 20 mil metros quadrados, enquanto a componente dedicada a habitação baixou dos 28 para cerca de 24 mil metros quadrados.

No final do período de licitação foram entregues duas propostas, qualquer uma delas «longe do valor pretendido pelo clube». Apesar de terem vindo a públicos valores das ofertas, a rondar os cinco milhões, Gomes Ferreira considerou esse assunto morto, já que o processo foi suspenso e «não vale a pena» falar sobre as propostas inviáveis.
In Barlavento Online por Hugo Rodrigues

6 comentários:

Anónimo disse...

Esse Ferreia só ainda é presidente porque os SS o apoiam,devido às mordomias que lhes dá!Está tudo controlado,dizem!E se não é,parece.

Anónimo disse...

es muito burro para dizeres essa asneirada. HAHAAAAAAAAAAA

as mordomias?? a sede dos ss?fodassse nos é que criamos de uma sala vellha uma sede. e se nao tivermos la a sede temos noutro sitio.

o Farense é dos socios da claque e dos amigos do clube.

por isso podemos estar lá.

HAHAAAAAAA es muito burro ou entao nao sabes nada sobre o farense.

South Side

Anónimo disse...

Sou burro,dizes tu ò meu asno...mas sei do que falo..o G.Ferreira é que vos apoia,contra a vontade do Aníbal Guerreiro,que põe o "ferro"para os SS darem uma de NN,,O Farense é de todos os sócios e não duma minoria barulhenta com 0,3% dos votos...queres que te faça o desenho ò ASNO?

Jorge Camões disse...

Os South Side são apoiados pelo Gomes Ferreira?! O único apoio que a claque tem do Farense é o espaço na sede, nada mais! E já que, na sua opinião somos apenas 0,3% não percebo como é que conseguimos manter o presidente!?
Mais, os South Side tem sido dos únicos farenses a criticar a direcção de uma forma activa. Presumo da sua conversa que se preocupe e acompanhe o Farense logo teve a oportunidade de há dois jogos ver uma faixa pendurada pela claque no segundo anel do Estádio Algarve onde se lia "Eleições? Venda do Estádio? Estamos fartos desta MERDA!"
Portanto não sei onde foi buscar essas ideias, mas se gosta de criticar e acusar (qualquer sócio tem esse direito) brevemente vai ter uma oportunidade de o fazer de uma forma mais digna na Assembleia, espero que se manifeste, estarei lá para ouvi-lo e aplaudi-lo!

Abraço

Jorge Camões

Anónimo disse...

DEVES SER A CONTRA A CLAQUE, URSO. OU SERÁ QUE ELA PREJUDICA-TE? NAO DEVES SER FARENSE, POIS NAO SABES NADA SOBRE O CLUBE.

João ss

SamM disse...

O espaço "Algarve Farense" não é o local apropriado para ataques pessoais, ofensas e difamações de anónimos pelo que, se for enviado outro comentário deste género, limitarei novamente os comentários à minha aprovação...

Espero que tenham percebido a mensagem.