segunda-feira, 1 de junho de 2009

Licenciamento em marcha

A Assembleia Geral da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) aprovou, sábado, na generalidade o Manual de Licenciamento de Clubes, um regulamento que se pretende que entre em vigor na II Divisão Nacional na época 2010/2011.

A proposta apresentada pela Direcção da FPF, aprovada com a unanimidade dos sócios ordinários do organismo depois de uma reunião de pouco mais de hora e meia de duração, vai agora ser discutida na especialidade.

"Os clubes têm que respeitar o regulamento e de saber como se rege em termos de infra-estruturas, em termos de condições logísticas e financeiras para poderem participar em competições, mesmo nas competições não profissionais. Por isso, fiquei satisfeito por esta aprovação na generalidade", afirmou o Presidente da FPF, Gilberto Madaíl.

Quando entrar em vigor, o Manual de Licenciamento preconiza que apenas possam competir nos campeonatos da II e III divisões os clubes que provem a inexistência de dívidas a jogadores e técnicos e as decorrentes das transferências de futebolistas.

O regulamento define critérios imperativos, em que a licença para participar na competição em que se inscrevam não será atribuída aos clubes em incumprimento, obrigados a apresentarem um programa de desenvolvimento de futebol jovem aprovado e um terreno de jogo relvado ou dotado de um relvado sintético certificado com as normas da FIFA (100/64 mt.).

Estabelece também critérios obrigatórios, podendo os clubes ser sancionados sem serem excluídos, e ainda regras aconselháveis, para as quais não existe obrigatoriedade de cumprimento.

Sem comentários: