sábado, 26 de dezembro de 2009

Expropriações para variante avançam com carácter de urgência

O Governo declarou de utilidade pública, com carácter de urgência, as expropriações dos terrenos necessários à construção da Variante Norte de Faro. A decisão foi publicada quinta-feira em Diário da República. Mas o presidente da autarquia, Macário Correia, diz que ainda falta concluir o projecto da obra.

Segundo um despacho do secretário de Estado das Obras Públicas, Paulo Campos, a Rotas do Algarve Litoral (empresa concessionária dos trabalhos de reabilitação da EN125) está autorizada a tomar posse administrativa das referidas parcelas de terreno. A urgência das expropriações é justifica com o facto de ser de interesse público que "a obra projectada seja executada o mais rapidamente possível".

Em declarações ao CM, Macário Correia considera que "as expropriações são um passo necessário para que a obra possa avançar, mas ainda falta dar outros". O autarca refere, por exemplo, que "até há cerca de 15 dias ainda não tinha sido concluído o projecto".

O presidente da edilidade farense já solicitou, com carácter de urgência, o agendamento de uma reunião com o Ministro das Obras Públicas, mas a mesma ainda não foi marcada. Macário frisou que a primeira pedra da obra foi lançada há cerca de quatro meses, mas tudo não passou de "puro eleitoralismo".
In Correio da Manhã


Lá para o ano 2015, com mais uma meia dúzia de cartazes emitidos, lá teremos, finalmente a obra concretizada... E eu a fiar-me nas palavras de José Sócrates, no final do mês de Agosto...

Sem comentários: