quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Faro/Olhão registou a mais alta taxa de ocupação hoteleira no Algarve em Dezembro

A zona de Faro/Olhão registou, em Dezembro, a mais alta taxa de ocupação hoteleira no Algarve, mas, mesmo assim, não ultrapassou os 33,5 por cento, indicam os dados da Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos da região (AHETA).

A zona algarvia onde a taxa de ocupação foi mais baixa no último mês de 2009 foi a de Lagos/Sagres, que se ficou pelos 15,8 por cento.

Em termos globais da região, a taxa de ocupação média por quarto foi de 27,8 por cento, menos 4,7 por cento que o verificado em Dezembro de 2008, atestando a continuação da tendência de quebra na hotelaria algarvia.

Em Dezembro, ainda segundo os dados da AHETA, as maiores subidas das taxas de ocupação verificaram-se em Vilamoura/Quarteira/Quinta do Lago (+21,5%) e Portimão/Praia da Rocha (+13,4%).

Pelo contrário, as maiores descidas ocorreram nas zonas de Lagos/Sagres (-18,0%), Monte Gordo/VRSA (-15,4%), Tavira (-13,9%) e Albufeira (-11,1%).

Por categorias, as principais descidas registaram-se nos hotéis e aparthotéis de 5* (-28,6%) e nos de 4* ( 20,1%). As maiores subidas verificaram-se nos aldeamentos e apartamentos turísticos de 5 e 4* (+24,3%) e nos hotéis e aparthotéis de 2* (+13,2%).

Relativamente aos principais mercados, o britânico sofreu uma descida homóloga de -21,4% e o Alemão de 3,4% nas dormidas. O mercado nacional subiu 12,1% e o espanhol 30,0%.

O volume de vendas registou uma descida de 1,0% relativamente ao período homólogo de 2008.
In Barlavento Online

Não serve de consolo e até se pode explicar por factores extra turismo mas o facto é que o eixo Faro/Olhão derrotou a concorrência do Barlavento... E esta hein?

2 comentários:

Anónimo disse...

Samm... nunca podes dizer que derrotou. Se o eixo "Faro/Olhao" tiver 200 camas e tiver 100 camas ocupadas, dá uma ocupaçãop de 50%... se o eixo do Barlavento tiver 1000 camas e tiver 400 camas ocupadas dá uma ocupação de 40%... ou seja, no barlavento ha mt mais oferta que em "Faro/Olhao" por isso nao podes comparar as duas..

Cumprimentos
João F.

SamM disse...

Concordo... Faço mea culpa...

Contudo verifica-se uma quebra muito maior percentualmente no eixo barlaventino, o que se pode eplicar por outros factores extra Turismo...