domingo, 8 de março de 2009

Farense sai atropelado da viagem ao Barreiro

Numa deslocação ao Barreiro que era aguardada com muita expectativa pelas hostes farenses, os Leões de Faro acabaram por sair vergados a uma derrota por 4-1 diante dum adversário astuto e eficaz.

O Farense entrou em campo com alguma dificuldade em encontrar-se, tendo a equipa da casa tido uma oportunidade logo nos primeiros minutos. Contudo o Farense conseguiu ir se impondo e foi demonstrando uma maior segurança na troca de bola, controlando as operações, sem contundo dispor de ocasiões, as quais, ia sendo desperdiçadas pelos seus dianteiros, perante um adversário que jogava na expectativa, procurando o golo em jogadas rápidas.

Se o Farense entrava com as esperanças intactas em busca da vitória nesta segunda metade, seria o Fabril a inaugurar o marcador, logo aos quatro minutos por Fábio, obrigando os algarvios a esforços redobrados para vencer a partir. A atitude dos farenses ainda lhes valeu o golo da igualdade à passagem da hora de jogo, mas o Fabril foi feliz na forma como chegou de novo à vantagem, fruto dum lance de bola parada. A partir daí a estrutura algarvia começou a ruir e o tombo foi evidente a todos os níveis. Com os índices anímicos muito fracos, a equipa desmembrou-se e nunca conseguiu impor o seu jogo na busca doutro resultado que acabou por se avolumar com o decorrer do tempo, tendo ainda culminado com expulsão de Carlos Neves já em tempo de compensações.

Nota por o resultado final, 4-1 que acaba por ser o pior resultado da época, talvez numa antítese do momento de forma que havíamos testemunhado nas ultimas semanas e que assim refreia os ânimos face a uma eventual subida de divisão.

Camp. Nac. 3ª Divisão, Série F, 24ª Jornada
Estádio Alfredo da Silva (Lavradio - Barreiro)
Assistência: 200 espectadores
15 horas, 08/03/2009
Árbitro: Ricardo Baixinho (Lisboa)
FABRIL BARREIRO 4-1 FARENSE

(49 mn, por Fábio, na sequência dum cruzamento de Carlos Neves, o jogador do Fabril marca de cabeça na área e inaugura o marcador)
(60 mn, por Pintassilgo, numa joga iniciada por Bruno, à qual Norberto dá seguimento cruzando para o segundo poste para o remate certeiro no interior da área)
(68 mn, por Carromeu na sequência dum livre directo cobrado de forma irrepreensível e anichando a bola junto do ângulo superior esquerdo da baliza defendida por Gonçalo)
(74 mn, por Nuno Curto, aproveitando uma gralha da defensiva algarvia e aumentando a vantagem dos homens da margem sul)
(90+2 mn, por Rui Capitão Mor, de penalti a castigar uma falta de Carlos Neves no interior da área num lance disputado entre ele e Nascimento)

Farense: Gonçalo; Cannigia, Carlos Neves, Hernâni, Wilson; Luís Afonso (André Calado, 59mn), Zé Nascimento (Justo, 72mn), Barão, Norberto (Caras, 67mn), Bruno, Pintassilgo. Treinador: António Barão

Sem comentários: