segunda-feira, 25 de maio de 2009

O Fim de Semana Desportivo em Análise - Época 2008/2009

Depois duma época longa, estamos perto de terminar as nossas habituais crónicas de segunda-feira, com muitos dos campeonatos nacionais a terem o seu termo. Contudo, a equipa do SC Farense ainda se mantém em competição, estando neste momento a disputar a 32ª jornada desta época, quando ainda faltam duas para o seu final, o que para jogadores amadores e mesmo que com a atenuante de apenas terem disputada uma eliminatória da Taça de Portugal é de facto pesado e demonstrativo da desorientação e desfasamento da realidade da FPF para com as equipas amadoras da Terceira Divisão que virão o seu campeonato estender-se até ao mês de Junho, quando muitos dos plantéis profissionais de outros campeonatos já estão a meio das férias. Nesta jornada, os comandados de António Barão regressavam ao Estádio Algarve, volvidos dois meses e meio após a última partida nesse terreno. Mas nem assim foi quebrado o enguiço que já leva 5 jornadas sem vitórias, tendo o empate 2-2 diante do Juventude de Évora, afastado de vez os Leões de Faro do sonho da subida, visto que a vantagem de sete pontos do Atlético de Reguengos não permitirá qualquer reagrupamento nas próximas duas jornadas. Apesar de tudo, o Farense está de parabéns, pois na sua época de regresso aos Nacionais pode ainda lutar pelo terceiro lugar da poule, num leque de catorze equipas à partida, o que atenua um pouco a sensação de desilusão, mas que no contexto actual do Clube só se pode considerar positivo. Com este desfecho sobem desde já à Segunda B duas equipas, Louletano e Atlético de Reguengos, que nos parecem ter sido as equipas mais regulares ao longo de toda a prova e mesmo as que mais pontos amealharam absolutamente. Registo para a vitória do Louletano por 0-2 na Caparica, cimentando o primeiro lugar e fazendo a festa da subida no dia de ontem. Quanto às equipas de futebol do SC Farense, registamos a nível oficial o empate 1-1 da equipa de Juvenis B frente ao Odeáxere, num jogo que apenas serve para cumprir calendário, dado que esta equipa destina-se para rodar jogadores como suporte à equipa A. Como nota final trazemos os resultados das Escolas A e B, tendo os A's sido batidos por 0-4 diante do Louletano, que é líder da prova enquanto Farense se viu relegado para o terceiro lugar por troca com o Sporting Algarve, enquanto os B's bateram por expressivos 9-1 os congéneres de Messines, terminando assim o campeonato no sétimo lugar.

Na Liga Vitalis, ambas as equipas algarvias, jogavam diante do seu público mas já com os objectivos atingidos. Em Olhão foi dia de consagração aos novos campeões da Liga Vitalis, e o banho de multidão não de fez rogado, celebrando de forma entusiasta tão grande feito, que recoloco o Algarve, sete anos depois na liga principal de futebol. Para gáudio dos 7100 espectadores presentes no José Arcanjo e para muitos mais milhares que nas ruas fizeram a festa, o Olhanense iniciou o dia histórico batendo o Gil Vicente por 1-0, tendo depois a comitiva festejado pelas artérias da capital da Ria Formosa o feito, sendo inclusivé recebidos nos Paços do concelho pelo edil local e fechando o dia em beleza, junto aos Mercados, onde estavam aprazados vários concertos, que juntaram milhares de pessoas em confraternização com jogadores, equipe técnica e quadros directivos. A verdade é que o Olhanense fez um campeonato de excelente nível, e nem mesmo o desgaste final de época impediu o triunfo na liga, com 58 dos 90 pontos em disputa, batendo a concorrência mais directa vinda de Leiria, que também regressa à Liga Sagres, e do Santa Clara que acabou por ser ultrapassado dos lugares cimeiros na última jornada, quando havia estado grande parte do campeonato nos lugares de promoção. Destaque final para o Portimonense, que nesta ultima jornada empatou 1-1 com o Freamunde, terminando a sua participação no 13º lugar, e 35 pontos, apenas mais três pontos que a linha de água, de onde o Boavista caiu e assim se vê relegado para uma humilhante Segunda B, apenas 8 anos após o título nacional.

Sem comentários: