terça-feira, 5 de maio de 2009

Venda do Estádio de São Luís continua em dúvida

Negociações com dois interessados prosseguem até final da semana

A abertura das propostas de compra do Estádio de São Luís, realizada hoje na sede do Farense, manteve a dúvida. Até final da semana, prosseguem as negociações com os dois interessados, que apresentaram valores longe dos 15 milhões de euros pretendidos. “Ainda não há «luz verde». Recebemos duas propostas, nacionais, mas ambas longe do valor-base de licitação”, explicou o presidente do clube de Faro, Gomes Ferreira, em conferência de imprensa após reunião da comissão de venda do recinto. O responsável adiantou que a comissão reuniu com um dos interessados, cuja proposta “não satisfaz por inteiro”, e tenciona encontrar-se com o outro proponente nas próximas 48 horas. “Vamos aguardar e perceber qual será a proposta mais vantajosa, sabendo que queremos chegar a uma conclusão benéfica para os interesses do Farense”, disse o líder do emblema. Gomes Ferreira não admite que a venda possa fazer-se abaixo do valor de 15 milhões de euros. “O que podemos fazer é permitir maior facilidade no pagamento dessa verba, tendo em conta a crise”, acrescentou.

Caso os dois interessados decidam não cobrir esse valor, a comissão de venda reunir-se-á para decidir se “ouve os sócios ou opta por outra alternativa”, afirmou o presidente do Farense. Esta é a segunda tentativa de venda do Estádio de São Luís, depois de a primeira ter «abortado» em Setembro, por falta de condições dos interessados.

As condições foram melhoradas nesta nova fase: o espaço destinado a comércio, serviços, escritórios e lazer subiu de 5 mil para 20.769 metros quadrados, enquanto a zona de habitação diminuiu, sendo permitidos 216 fogos. Só com o negócio feito será possível avançar para a assinatura da acta final do Procedimento Extra-judicial de Conciliação (PEC), que permite ao Farense pagar dívidas de forma faseada. O passivo está estimado em cerca de 11 milhões de euros.

1 comentário:

Anónimo disse...

Já estão em futurologia sobre o futuro do Farense,quando na cidade,junto à formiga branca que só apareceu UMA proposta e que o valor oferecido foi de CINCO MILHÕES de euros (só faltam uns míseros DEZ milhões,coisa pouca)!