sábado, 17 de janeiro de 2009

Condutor de camião furtado espalha terror em Lagos, mata uma mulher e fere seis

Um jovem ao volante de um camião furtado espalhou esta manhã o terror na cidade de Lagos, acabando por matar uma senhora e ferir pelo menos seis outras pessoas, três delas com muita gravidade, apurou o barlavento.online no local

A vítima mortal, confirmada ao barlavento.online pelo presidente da Câmara de Lagos, é uma senhora de 46 anos, mulher de um agente da GNR, e que foi colhida pelo camião numa esplanada junto ao Mercado de Santo Amaro.

O condutor, de 23 anos de idade, que testemunhas pensam que estava sob o efeito de álcool ou drogas, começou a sua viagem louca junto ao cemitério de Lagos, por volta das 11 horas, e em 20 minutos atravessou toda a parte alta da cidade, em contra-mão, por cima de passeios, atravessando rotundas a direito.Pelo caminho, o camião furtado à empresa Solmate numa obra da Câmara de Lagos foi abalroando viaturas, algumas das quais ficaram completamente destruídas, e foi sendo perseguido pela polícia, em pelo menos três viaturas.Segundo Manuel Felicidade, dono de um estabelecimento no Mercado de Santo Amaro, «ele vinha a acelerar por aí fora, completamente desgovernado, passava por cima dos passeios e das rotundas e, quando chegou aqui ao mercado, voltou para trás».

Nessa altura, um homem, identificado por várias testemunhas como sendo um enfermeiro do Hospital de Lagos, conseguiu pendurar-se na janela do camião do lado do condutor e fazê-lo guinar, evitando que o veículo entrasse de frente na esplanada de uma cafetaria do mercado, que àquela hora estava cheia de gente.Ainda assim, nessa esplanada, o camião desgovernado fez pelo menos seis vítimas graves, acabando mesmo por matar uma das pessoas que aí se encontrava, tal foi a violência do embate. Testemunhas garantem, porém, que se o camião não tivesse sido desviado teria provocado «uma carnificina ainda maior».Um dos feridos graves é o enfermeiro, cuja perna ficou esmagada debaixo de um dos rodados do camião.

Na sua fuga pela cidade, segundo outras testemunhas, a PSP terá disparado pelo menos um tiro contra a viatura pesada, mas, por se tratar de um camião de grandes dimensões, com báscula, roubado pelo condutor a uma empresa de construção civil da cidade, a polícia foi incapaz de deter a sua marcha destrutiva.Fonte do Comando Distrital da PSP garantiu que «os agentes tudo fizeram para tentar travar o veículo», mas que «não conseguiram devido à sua dimensão».

O barlavento.online apurou ainda que o condutor do camião furtado, que também estará ferido e foi detido pela PSP, era operador de uma retro-escavadora numa empresa de Lagos.Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro da Protecção Civil, o alerta para o atropelamento foi dado às 11h22, mobilizando nove veículos e 24 elementos dos Bombeiros Voluntários de Lagos, INEM, PSP e GNR.As vítimas foram transportadas para o Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, assim como o condutor do veículo pesado, que também acabou ferido.

A morte quando menos se espera. E nós a preocuparmo-nos com tantas coisas mesquinhas...

Sem comentários: