quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Vinte e sete clubes e duas SAD estão na lista de devedores ao Fisco - Farense no pódio

Vinte e sete clubes desportivos e duas Sociedades Anónimas Desportivas integram a lista de devedores ao Fisco, na qual os únicos participantes nas competições profissionais de futebol são a SAD do Vitória de Setúbal e o Leixões.

Numa lista actualizada terça-feira pela Direcção-Geral dos Impostos, a SAD do Vitória de Setúbal integra o segundo escalão de devedores, com dívidas entre um e cinco milhões de euros, enquanto o clube de Matosinhos surge no lote seguinte (500 mil a um milhão).

No que diz respeito ao desporto, a lista continua a ser liderada pela SAD do Boavista, agora a disputar a II Divisão de futebol, e pelo Salgueiros, ambos inseridos no escalão com dívidas superiores a cinco milhões de euros, num total de 14 devedores.
Além das SAD, o Boavista e o Vitória de Setúbal também surgem na lista de devedores enquanto clubes, ambos no escalão de 100 mil a 500 mil euros.
O Farense, que disputa a III Divisão de futebol, acompanha a SAD do Vitória de Setúbal no escalão de um a cinco milhões de euros, com um total de 87 devedores, enquanto o FC Maia e o Seixal FC surgem ao lado da SAD do Leixões no escalão de 500 mil a um milhão.
O Óquei de Barcelos, que disputa o campeonato nacional de hóquei em patins da primeira divisão e está inserido no escalão de devedores entre os 50 mil e 100 mil euros, é o único clube da lista que não participa em qualquer competição de futebol.

Mais de 5 000 000 euros:
Boavista FC SAD
SC Salgueiros

De 1 000 001 a 5 000 000 euros:
SC Farense
Vitória FC SAD

De 500 001 a 1 000 000 euros:
FC Maia
Leixões SC
Seixal FC

De 100 001 a 500 000 euros:
Académico FC
Amora FC
Boavista FC
Clube Académico do Paço
CD Montijo
CF União de Lamas
CF Valadares
Ermezinde SC
FC Marco
FC Famalicão
GD Coruchense
Neves FC
Sport Clube Senhora da Hora
Sport Lisboa e Fanhões
União Desportiva de Santarém
União Futebol Comércio e Industria de Tomar
Vitória FC

De 50 001 a 100 000 euros:
Associação Desportiva Lousada
Grupo Desportivo Águias de Camarate
Óquei Clube de Barcelos
Sport Lisboa e Olivais
União Sport Clube de Paredes


Não é novidade para ninguém o lugar que o SC Farense ocupa neste ranking, situação que se arrasta à anos e à qual tínhamos dado nota neste artigo. Passados 21 meses, foi eco na semana passada uma entrevista de António Barão, na qual o actual presidente do SC Farense mostrava o desejo de saldar as dívidas do Clube até ao Natal. A verdade, é que, para esse plano estar em concretizado muita coisa terá que acontecer nos próximos dois meses, desde o aval da CMF para o novo plano de pormenor da zona envolvente do Estádio S. Luís, bem como a prometida Assembleia Geral extraordinária para dar a conhecer aos sócios o projecto salvador do Farense. Pelo que se dizia à "boca pequena" na cidade de Faro, José Apolinário teria tudo mais ou menos alinhavado para dar uma ajuda na concretização deste negócio.

Fazendo fé no que foi prometido por Macário Correia nesta reunião, os farenses e farensistas (à boa moda do professor Marcelo), desesperam por mais um passo firme na resolução deste impasse, pois já estão mais que fartos de promessas, atrasos e recuos na desejada recuperação financeira da centenária instituição da capital algarvia.

Sem comentários: