sexta-feira, 24 de julho de 2009

Macário apresenta-se às colectividades desportivas

Macário Correia e a sua equipa apresentaram-se ontem (23 de Julho) diante de cerca de 100 atletas e representantes das colectividades desportivas do Concelho de Faro. Numa conversa informal no Hotel Faro, foram escutadas as preocupações de todos em relação ao decréscimo nos apoios prestados pela autarquia nos domínios da formação, competição e manutenção, ao mesmo tempo que se vai intensificando a concorrência movida pela Divisão de Desporto às colectividades

Por outro lado, a falta de infraestruturas e equipamentos desportivos e o estado decrépito dos existentes, a situação do Sporting Clube Farense e a estagnação das actividades amadoras de formação, como o ténis, a ginástica ou o hipismo, são razões suficientes para que se equacione a estratégia levada a cabo pelo actual executivo municipal.

A todos, Macário Correia e Paulo Santos (a quem será atribuído o pelouro do Desporto) tranquilizaram, garantindo uma política de estreito diálogo com as colectividades e a maior atenção no que concerne aos protocolos a estabelecer com elas, numa base de grande clareza e seriedade.

Em relação ao Sporting Clube Farense, ficou uma certeza: trata-se de um problema desportivo, financeiro e urbanístico causado, em grande medida, por um conjunto de decisões municipais desacertadas e avulsas. A resolução das dificuldades deste histórico do desporto nacional passam agora pela recuperação da sua credibilidade – o mesmo é dizer, pela redução do seu passivo. A Direcção recém-empossada do clube sabe das nossas ideias para o salvar: entre outras medidas, que oportunamente se divulgarão, há terrenos municipais que podem ser cedidos ao Sporting Clube Farense para proveito deste. Fique, contudo uma certeza: as medidas implementadas, sê-lo-ão no quadro de um projecto estruturado e pensado para salvar uma instituição que merece o apoio de todos. O objectivo é chegar ao dia 1 de Abril de 2010 e festejar o centenário do clube com razões para encarar o futuro com optimismo.

Na assembleia geral do dia 18 de Junho, correu um boato, nos momentos antes da realização da mesma, de que um dos mentores desta nova direcção do Farense, estaria inclinado para o projecto que Macário Correia delineou para salvar o Farense... Dois meses volvidos e o boato confirmou-se! Agora só falta o mais difícil... Passar das palavras aos actos, isto se Macário Correia vencer.

Sem comentários: