quinta-feira, 23 de julho de 2009

Selecção Luso (Brasileira)...


Não pode ser!! Nos últimos dias saiu a notícia de que Liedson havia remetido uma carta à FPF oferecendo os seus serviços para a "nossa" Selecção, já a partir de Setembro, altura em que completará 6 anos de residência em Portugal, obtendo assim dupla nacionalidade. Perante este facto, e tendo em conta algumas declarações de Carlos Queiróz num passado recente, até já há alguns media que garantem que o Seleccionador Nacional vai mesmo convocar o "Levezinho" para os próximos compromissos da selecção das quinas...

Podem me acusar de retrogrado e nacionalista, mas não posso conceber esta atitude de Carlos Queiróz. Mais uma grave decisão do nosso Seleccionador, ele que têm vindo a apregoar a necessidade duma renovação na Seleccção Nacional, riscando da lista de convocados alguns jogadores com valor e experiência no seio do balneário de Portugal, como que num claro sinal de ruptura nas apostas que Scolari fez em tempos. Insurjo-me contra Queiróz e contra a sua falta de coerência e respeito para jogadores como Postiga ou Nuno Gomes, afastados das convocatórias, eles que muito jeito nos tinham dado em compromissos passados que hipotecaram grande parte das nossas esperanças de apuramento para o Mundial da África do Sul...

Assim, com as calças na mão e depois de ter feito m....a, consequência do egocentrismo e desprezo pelo trabalho de Scolari, nada melhor que convocar Liedson, excelente jogador, sem dúvida, mas um cidadão sem qualquer afectividade ao nosso país. Um jogador que chegou "maduro" aos nossos relvados e na casa dos trinta e tais parece ser a única saída de Queiróz para desatar este belo nó... Pergunto eu, e agora como se sentirão também os Edinho's e Orlando's Sá desta vida....? Sem lugar na equipa, onde fica o projecto de Queiróz para uma posição tão específica do futebol actual.

Falar-me-ão de Pepe e Deco, estes com a atenuante de se terem feitos jogadores em Portugal, mas pergunto que relação têm com o nosso país? Apesar disso não é isto um erro, e moralmente uma afronta para com as nossas raízes e história? Deco até já fala em regressar ao Brasil definitivamente e Pepe, belo defesa central, muito dificilmente voltará a jogar no nosso País, fazendo da presença na Selecção uma breve cordialidade como retribuição pelo facto de ser agora comunitário e facilitar os negócios no futebol internacional. Depois, os Daniel'es Carriços e Miguel Vitor'es que se queixem, porque o projecto de Queiróz é a formação... Não é?
Imagem In Bola na Rede

2 comentários:

Anónimo disse...

Sou totalmente contra a naturalização de jogadores seja porque desporto seja ou por qualquer país.

Defendo que cada um deve de ser melhor com o que tem, não ir buscar emprestado quando lhe convém.

Vejam o caso da França e da Alemanha em que jogam 2/3 jogadores do país é uma tristeza.

Jorge Camões disse...

Já agora podiam mudar o nome para Portugal and friends ou Brasil B! Não está em causa a qualidade dos jogadores, mas o orgulho da nossa selecção! No caso de se ter nascido em outro país e ter vindo para portugal em criança ainda se percebe, agora assim de forma gratuita, não obrigado! Preferia nunca ganhar nada que ganhar assim!