quinta-feira, 30 de julho de 2009

GNR apreende macaco verde mantido em cativeiro na varanda de apartamento de Faro

O Núcleo de Protecção Ambiental da GNR de Faro, em conjunto com o Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade, apreendeu hoje um primata, vulgarmente denominado macaco-verde, que era mantido num apartamento da cidade de Faro.

O caso foi denunciado à GNR há pouco tempo, sendo que o primata foi trazido da Guiné-Bissau há cerca de trinta anos pelo seu proprietário, estando desde essa altura confinado à varanda do apartamento, no centro da capital algarvia.

A GNR chama a atenção que além da ilegalidade da posse deste tipo de animais, ao abrigo da Convenção Cites, «existe ainda o perigo de estes poderem ser portadores de doenças transmissíveis ao Homem».

O animal será agora sujeito a um período de quarentena, sendo posteriormente integrado num parque ecológico.

É caso para dizer: Cada Macaco no seu galho...

Sem comentários: