domingo, 12 de julho de 2009

Perguntas de conversa de café...

Se os médicos, engenheiros, advogados e muitos outros têm bastonários para defender os seus direitos (laborais), fidelizando-se em grande escala por forma a poder fazer também força diante dos governantes, estranho é que o povo, os trabalhadores de classes mais baixas pouco se associam a movimentos sindicais...

Sim, porque na verdade, o Portugal real pouco ou nada liga a estas coisas e muitas das manifestações a que assistimos na capital do país, nas célebres quintas feiras são, feitas maioritariamente por contestantes de ocasião, imiscuindo-se dessa consciência e responsabilidade durante os outros dias do ano.

Numa altura em que os direitos dos trabalhadores estão a ser cada vez mais postos em causa, já pensou em se sindicalizar, acautelando-se de situações incomodas que o possam ocorrer no futuro??

Sem comentários: