sexta-feira, 19 de março de 2010

Baja Terras d’el Rei acelera este fim de semana em Tavira

Prova espera receber mais de 140 pilotos em automóveis, motos, quads e buggies. Ano de crise encurtou competição, mas aumentou proximidade com o público. Prova decorre sábado e domingo, tendo Tavira como base.


O arranque do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno (CPTT) volta aos trilhos do Sotavento algarvio e do Baixo Alentejo, no próximo fim de semana, com uma mais uma edição da Baja Terras d’el Rei.

A prova vai este ano assentar arraiais em plena Baixa da cidade de Tavira, onde ficará localizado o parque fechado de viaturas e boa parte do cérebro da organização.

A 26ª edição da prova abre uma página na história da modalidade ao receber, pela primeira vez, autos, motos, quads e buggies numa competição homologada pela Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) e pela Federação de Motociclismo de Portugal (FMP).

Fazendo jus aos tempos que correm, o diretor do Clube Automóvel do Algarve José Manuel Afonso diz que a prova tem este ano «um programa mais de acordo com a realidade nacional».

O mesmo será dizer que a competição se concentrará em dois dias, sendo o sábado reservado para uma super especial de cinco quilómetros e o domingo dedicado a um setor seletivo de 320 quilómetros, com passagens pelos concelhos de Tavira, São Brás, Loulé, Alcoutim, Castro Marim, Vila Real de Santo António, Mértola e Almodôvar.

Com as verificações documentais e técnicas obrigatórias a ter lugar no sábado de manhã, o prólogo terá partida oficial na Praça da República, assinalando a reabertura ao trânsito da Baixa de Tavira.

Para que os fãs possam estar perto dos concorrentes, pedir autógrafos e tirar fotos, a organização decidiu inovar e aproximar espetadores e máquinas, permitindo o acesso aos parques de viaturas.

«É uma forma de aumentar a popularidade da modalidade e é bom para os pilotos e patrocinadores garantirem maior exposição mediática, nomeadamente nas redes sociais», explicou ao «barlavento» José Manuel Afonso.

Quanto ao cartaz, a etapa marca o regresso do tricampeão nacional de TT Miguel Barbosa, depois de uma participação no Dakar. Agora com o Racing Lancer, da Mitsubishi, utilizado naquela prova, o piloto lisboeta competirá pela primeira vez com uma das coqueluches do CPTT em terras lusas.

Na concorrência, o campeão em título Filipe Campos prossegue com o Projeto da Yser Racing Team, que continua a aposta num BMW X3. O seu companheiro de equipa Bernardo Moniz da Maia, com carro idêntico, é igualmente aspirante a uma posição de destaque.

Ainda entre os candidatos aos lugares cimeiros, surge o piloto algarvio Miguel Farrajota (Proto Depières RAV 4), disposto a lutar por protagonismo, embora tenha de contar com Pedro Grancha e José Gameiro.

Nas motas, a Baja conta com a destacada participação do algarvio Ruben Faria, recém-regressado do Dakar e um conhecedor nato dos trilhos da região.

Em declarações ao «barlavento», o presidente da Câmara de Tavira Jorge Botelho diz que a aposta em trazer provas motorizadas para o concelho é para continuar, havendo «fortes possibilidades» de a Baja Terras d’el Rei regressar em 2011.


Estaremos presentes em mais uma jornada de alto nível do desporto automóvel e contamos mostrar algumas das melhores imagens desta mítica prova do TT nacional. Amanhã, a partir das 15h00 nas imediações de Tavira poderá acompanhar a Super Especial, enquanto na manhã de domingo, a partir das 8h00 decorrerá a grande maratona TT na região do Sotavento Algarvio e Baixo Alentejo.
Veja aqui:

Sem comentários: