quarta-feira, 14 de abril de 2010

11ª Final da Taça do Algarve, no Parchal (Lagoa)... Comentário Final


Depois de conhecido à cerca de duas semanas o local para disputa da final da Taça do Algarve, que este ano será no Estádio da Bela Vista, na zona do Parchal, fui dos primeiros a insurgir-me nos espaços cibernéticos contra tal decisão, que, como se sabe, foi anunciada após o conhecimento das duas equipas classificadas para a final do torneio organizado sobre a égide da AF Algarve, situação que parece. "obrigou" a AFA a emitir hoje uma Nota de Imprensa para explicar o processo de escolha do campo para a final.

São óbvias as razões que assistem ao descontentamento de largas centenas de adeptos do SC Farense, que, num dia de trabalho, têm pela frente cerca de 65 kilómetros de caminho, para assistir a um jogo às 20h00, quando os adeptos adversários não distam mais de 7/8 kilómetros desse recinto. Pergunta-se à AFA se considerou também junto dos Clubes, para além do estádio que acolheria a final, se pretendiam estes prtendiam jogar "a final" da competição numa quarta-feira, entre jornadas dos campeonatos nacionais onde as equipas estão inseridas.

Ficando esta resposta por dar, sabemos pelo artigo de hoje, que este campo para a final, estava já "apalavrado" com a Câmara Municipal de Lagoa, que, tendo inaugurado à poucos meses o recinto, e sem este ter uma ocupação efectiva duma equipa de referência do futebol algarvio, veria com muito interesse a utilização do recinto para esta Festa do Futebol Algarvio, como forma de dar maior projecção a tão avultado investimento.

Alega a AF Algarve que após a classificação das duas equipas para a final, logo contactou os dois os Clubes interessados para avalizarem o local, recolhendo desde logo a anuência de ambos para a utilização do mesmo. Ora, pergunto eu, que margem de manobra, teria algum destes clubes, mesmo que discordando, de recusar a menos de um mês da Festa do Futebol Algarvio os planos da AF Algarve? Certamente que quem me está a ler este artigo, concordará que a margem seria pequena...

Por isso, o mais sensato seria a AF Algarve desde logo ter assumido a escolha por aquele Estádio, escusando-se das polémicas, notas de Imprensa, etc., dando a conhecer numa fase prévia da competição a escolha, à semelhança do que acontece numa Liga dos Campeões ou Liga Europa. Argumentar-me iam que se tratam de competições que envolvem logístiscas muito diferentes, mas desta forma simples e clara, evitar-se-iam quaisquer suspeições sobre a matéria.

Com a concordância dos Clubes, se percebe que a AF Algarve "lavou as mãos" e obteve autoridade para definir o local de jogo, ignorando os adeptos do futebol, os verdadeiros alimentadores desta indústria cada vez mais debilitada, mas que ainda oferece a muita "gente", estatuto e regalias profissionais acima da média nacional.

Porque o assunto está enterrado, e não mais merecerá neste espaço qualquer reparo, resta apelar a todos os farenses, que, no dia 28 de Abril façam um esforço e estejam presentes junto da equipa da nossa cidade de Faro, ajudando e incentivando-a a conquistar mais um troféu para as vitrinas do Estádio de S. Luís. Estou certo disso!


Força Farense!

Sem comentários: