sábado, 30 de abril de 2011

Farense: Um gigante a acordar




Reduziu passivo para menos de metade e quer voltar ao campeonato principal

Depois de bater no fundo, chegando a militar no escalão mais baixo dos campeonatos da AF Algarve, o Farense voltou esta época à 2.ª Divisão nacional e hoje contará com o apoio de cerca de 8 mil adeptos no fulcral jogo com o Atlético de Reguengos, em que basta um ponto para assegurar a permanência, tendo o clube solicitado controlo antidoping, dada a importância do embate.

“O Farense está mais sólido, com menos dívidas e em recuperação no plano desportivo”, assinala o presidente António Barão, de 52 anos. O passivo cifra-se agora em cerca de 4,9 milhões de euros, registando uma quebra para menos de metade “devido a um trabalho exaustivo do nosso fiscalista, traduzido na prescrição de muitos valores reclamados pelas Finanças e Segurança Social”.


Sem comentários: