domingo, 3 de abril de 2011

O Farense (já) está vivo!






As notas do Farense 2-0 Carregado (Zambujo aos 19'; Mamadou aos 89')



Notas Positivas:


- Com um plantel reduzido e com carências em alguns sectores, não há neste momento palavras para caracterizar a recuperação da equipa farense na tabela. Nas onze jornadas da segunda volta o Farense apenas foi derrotado uma vez, averbando 22 dos 33 pontos que detém. Consequência disso é que, finalmente os algarvios estão acima da linha de água, situação que não ocorria desde a terceira jornada da prova. Embora mantenham o décimo segundo lugar na tabela, os Leões de Faro, são neste momento o melhor classificado do play-out, o que desde já dá um novo alento a quatro jornadas do fim da prova

- Fazendo lembrar a tarde de 30 de Maio de 2010, em que o Farense subiu à Segunda Divisão, foi de facto o ambiente registado hoje no São Luís, com cerca de 2500 pessoas a apoiar de forma activa os algarvios. Sem dúvida um tónico extra, numa tarde de comemoração dos 101 anos do clube da capital algarvia.

- Não se pode dizer que as exibições do Farense sejam de "nota artística", mas a forma consistente como os comandados de João de Deus se exibem é relevante, dada organização defensiva e entreajuda entre os sectores mais recuados que a equipa denota. Bilro, um jogador muitas vezes criticado e emocionalmente instável, tornou-se nesta segunda volta, num dos jogadores mais importantes, dada a sua entrega à equipa.

- Sabendo das dificuldades em impor um futebol bonito, a equipa de Faro têm feito das bolas paradas o seu forte. Exemplo disso são os últimos cinco golos conseguidos, serem na sequência de cantos ou livres.



    Notas Negativas:


    - Embora competitivo, o jogo não teve muita beleza. Saindo a ganhar logo aos dezanove minutos, o Farense conseguiu o golo numa fase de algum assalto à área do Carregado, e após esse momento esperava-se que a equipa do Oeste, praticamente invicta desde o inicio de Fevereiro, pudesse incomodar o Farense. Afinal, excluindo alguns remates de longe e sem nexo, e uma bola que terá sido defendida in-extremis por Serrão, junto ao poste, ainda na primeira parte, pouco se viu do Carregado, acabando por sucumbir nos minutos finais, numa cabeçada fulminante de Mamadou, jogador que esteve em dificuldades físicas durante grande parte do jogo.

    - A arbitragem do Sr. João Mendes e da sua equipa foi fraca, e em caso de dúvida, raras vezes não prejudicou os algarvios, com faltas e "faltinhas" que aprisionavam o Farense ao seu meio campo.



    Momento do Jogo:


    - Após uma toada inicial em que se jogava muito de "costa a costa", o Farense cedo conseguiu a vantagem, graças a uma jogada de insistência após um canto, no qual Zambujo ao segundo poste, encostou de cabeça para o fundo das redes.



      Farense: Serrão; Caniggia, Mamadou, Tiago Sousa, Joshua; Bilro, Barão, Luis Afonso, Adérito, Bruno Carvalho, Zambujo. Treinador: João de Deus Jogaram ainda: Justo, Bruno e Arlindo.

      Sem comentários: