quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Contagem decrescente já começou

Estrutura semelhante com novidades no percurso

Dois anos depois de ter regressado ao calendário do World Rally Champioship (WRC), em 2007, ausente em 2008 pelo sistema de rotatividade imposto pela FIA, o Vodafone Rally de Portugal está de volta ao convívio das mais importantes competições mundiais, entre 2 e 5 de Abril, levando às estradas do Algarve e do Baixo Alentejo os maiores nomes dos rallyes internacionais.

De facto, trata-se de um regresso em grande, tendo em conta que a edição 2009 do Vodafone Rally de Portugal será pontuável para nada menos do que três campeonatos: WRC - Absoluto, WRC - Júnior e WRC - Produção, para além do Ford Fiesta Sporting International Trophy e do Campeonato de Portugal de Rallyes, o que desde logo deixa antever uma lista de inscritos bastante recheada.

Com organização a cargo do Automóvel Club de Portugal, o Vodafone Rally de Portugal tem o patrocínio da Vodafone Portugal, BP Ultimate, Hertz, Essilor, o apoio do Turismo de Portugal e das Câmaras Municipais de Almodôvar, Faro, Loulé, Ourique, S. Brás de Alportel e Silves. A prova portuguesa conta com três etapas e um percurso total de aproximadamente 1.165 km, integrando 18 Provas Especiais de Classificação (Troços) que perfazem 361 quilómetros ao cronómetro, o que representa 31% do itinerário total do rally. Graças à disponibilidade manifestada, desde a primeira hora, pela administração do Parque das Cidades relativamente à utilização dos excelentes recursos do Estádio Algarve, esta infra-estrutura desportiva voltará a ser o centro nevrálgico da prova. É de salientar que, em 2009, a Super Especial do Estádio do Algarve estará de volta, sendo disputada por duas vezes, uma logo a abrir a parte competitiva da prova, na quinta-feira, dia 2 de Abril, e a segunda a encerrar esse mesmo quadro, no domingo, dia 5 de Abril, antecedendo a cerimónia de consagração dos vencedores.

Com efeito, o Vodafone Rally de Portugal manterá uma estrutura global semelhante à da edição de 2007, embora apresente muitas novidades em termos de traçado. A primeira etapa vai para a estrada na sexta-feira, dia 3 de Abril, com uma dupla passagem por tês classificativas: Ourique, numa nova versão, com cerca de 23,5 kms, Silves, um troço totalmente novo com 21,5 kms, Malhão, numa nova versão de uma classificativa utilizada em 2007, agora com uma extensão de 22 kms. Da segunda etapa, a disputar no sábado, dia 4 de Abril, constam mais três classificativas a percorrer por duas vezes: Santa Clara, numa nova versão de cerca de 22,5 kms, Almodôvar, também uma nova versão com um pouco mais de 27 kms, Vascão, introduzido na edição de 2008, mantém-se inalterado com quase 23 kms. A derradeira e decisiva etapa, que terá lugar no domingo de manhã, dia 5 de Abril, inclui uma dupla passagem por duas classificativas já tradicionais no Vodafone Rally de Portugal, para além da já referida Super Especial no Estádio Algarve: Loulé, surge este ano numa nova versão, com cerca de 22,5 kms e S. Brás de Alportel, com 16 kms.

A cerca de mês e meio da realização da prova, a organização do Vodafone Rally de Portugal continua a trabalhar de forma afincada para que a competição possa revestir os mais elevados padrões de qualidade e segurança, de forma a garantir a sua presença no WRC para os próximos anos.
In Região-Sul por Paulo Moreno

Como não poderá deixar de ser, acompanharemos de perto e na íntegra a prova portuguesa do WRC... Fica já prometido, mas enquanto não acontece já amanhã esperamos ter disponíveis algumas fotos do Rali de Salir disputado no domingo passado. Semelhanças com o WRC só nos troços, porque no resto, as máquinas equipas, público e pilotos serão outros...

Sebastien Loeb em 2007 nas estradas algarvias

Sem comentários: