sábado, 30 de agosto de 2008

Juniores Farenses estreiam-se com empate ante Louletano

O Farense deu inicio nesta tarde à sua caminhada no Campeonato Nacional de Juniores, regressando a esta divisão após alguns anos de ausência. Diante do Louletano, equipa com maior experiência no escalão e com boas classificação nos últimos anos, a equipa de Faro ofereceu aos seus sócios e adeptos uma medíocre exibição, pautada pelo esforço e entrega dos jovens farenses mas no qual havia pouca imaginação, inteligência e correcto posicionamento em campo, dado "esquecimento" do jogo pelas alas preferencialmente jogado pelo meio tornado-se assim confuso, com a bola ser jogada muitas vezes aos repelões. Mesmo o próprio Louletano, que teve ligeiro ascendente na partida, mas de quem se esperava mais, não teve agradável exibição, pelo que o nulo foi sem dúvida o resultado mais justo mas também o mais equacionado na cabeça das pessoas que assistiram ao encontro.

O Jogo, Os Bilhetes...
É com tristeza que o dizemos, mas é lamentável toda a situação gerada em torno da publicitação dos jogos dos Juniores e dos bilhetes para os mesmos. Não raras vezes fui interpelado nas ultimas semanas por alguns adeptos do futebol algarvio, acerca do grande Farense-Louletano que seria jogado dia 30, explicando pacientemente aos mesmos que o "tal" jogo era de Juniores... Sim, porque nas largas dezenas de cartazes afixados com cerca de um mês de antecedência(de louvar ainda assim esse esforço) pelo concelho de Faro em nenhum deles se fazia menção a esse facto, confundindo assim as pessoas que iriam comprar gato por lebre... Mas mais, porque foi oferecido pelos jogadores dos Juniores e também outras pessoas do Staff, o cartão de jogos dos juniores, que teria o preço para sócio/não sócio de 35 euros, permitindo o acesso aos 15 jogos caseiros desta prova, situação inédita e não muito correcta na minha modesta opinião. E explico porquê: porque o futebol juvenil não é para fazer dinheiro! Por muitos prémios que se possam ter apalavrado aos jogadores, não posso admitir, que como sócio, se peça um cartão anual para uma prova deste género. O Clube, como Instituição de Utilidade Pública que é, frutoda promoção desportiva nas camadas de formação no futebol e nas modalidades, actividades que são suportadas pelos sócios mas principalmente pela autarquia Farense. Meus amigos, não estamos a falar de Futebol Profissional, mas sim de camadas jovens... Se algo está mal na distribuição de verbas, esse aspecto compete à Direcção decidir e não privar os sócios do futebol de formação. Perante algum burburinho e fracasso criado em torno desta ideia e também do preço de bilhete por jogo de 4,5 euros, foi com espanto tive conhecimento que a entrada seria gratuita... (Agora imaginem se eu tivesse comprado o cartão?) Se havia algumas pessoas amigas indecisas ir ao S.Luis neste sábado assistir a partida, algumas acabaram por vir, mas contrariando essa informação posta a circular, fomos surpreendidos com um bilhete de 2 euros, sem discriminação de sócio/não sócio... Imaginem a imagem dada nesta situação e tendo em conta que os bilhetes já estavam emitidos (não seria de hoje), pergunto se esta situação não terá sido premeditada pelos seus autores? Ainda para mais no cartaz que anexamos neste Blog, não havia também menção a preços de entrada, o que é normal suceder em jogos de Seniores.

Por fim, quero apenas realçar que o que nos move neste momento não é o valor do bilhete em si, mas sim este ziguezague e publicitação incorrecta, situação que nada dignifica a imagem do Sporting Clube Farense, marca quase centenária e símbolo da cidade capital do Algarve.

8 comentários:

Zé de Fare disse...

A prova é mais exigente que o campeonato da 2ª divisão. É natural que queiram arrecadar algum dinheiro. Mais que não seja para no fim pagarem uma jantarada aos rapazes. Eu paguei o bilhete e gostei do jogo.


Não sei o motivo de ainda não haver um post sobre a agressão do adepto do fófó ao árbitro auxiliar? Estarás às espera do artigo do cartaxana?

É que o Sporting tem muito interesse em que o fófó seja penalizado e poder jogar num campo com condições de segurança que o campo actual não tem...

SamM disse...

Caro Zé de Fare,

Dois euros não é nada mas as "jogadas" que se fizeram por detrás deste jogo é que não são dignas... Não me alongo muito mais acerca disto porque o post é bem explicito... Algo está mal na condução do futebol de formação. Se fosse futebol profissional era admissível fazer um cartão época ou coisa parecida mas no futebol juvenil não! Depois mandam os rapazes da equipa anunciar que é de borla e chega-se lá e é totalmente mentira! Havia pessoas a passar ao lado da bilheiteira que são tão "sócias" como eu... Enfim... Aliás Zé de fare, se é tão conhecedor de futebol pergunto lhe se há algum clube em Portugal que tenha tido a brilhante ideia de fazer um cartão de época para ver os Juniores??? Diga-me aonde?

Quanto ao clássico de ontem, muito se dirá ao longo da semana, mas por agora e tendo a certeza que se recorda, pergunto qual foi a penalização que o SCP teve quando o Sr. Fernando Mendes da JuveLeo invadiu o relvado do Alvalade XXI num Sporting-Benfica para desejar a boa noite ao árbitro?? Também lhe digo que se a o Estádio do "Benfas" for intreditado, o mais certo é esse jogo ser jogado no estádio Algarve...

Zé de Fare disse...

Não estamos a falar das mesmas coisas. Eu acho que já não te lembras bem do jogo. Invadiram o campo quando o fófó tinha marcado golo. Ninguém tocou no apitador. Estavam todos do outro lado do campo. Houve apenas multa por invasão de campo. O fófó é o clube do regime...

SamM disse...

E invadiram o campo para quê? A intenção não conta? Mas já agora, se tens dúvidas acerca do que irá acontecer lê o artigo 145 do Regulamento da Comissão Disciplinar da Liga, que é onde esta situação se enquadra se houver imparcialidade. Mas se for penalizado é na boa... A minha perocupção é o Farense e não esses clubes da capital...

Anónimo disse...

Mas algum de voces sabe qual a finalidade deste dinheiro arrecadado pelo juniores?! Jantaradas??? Prémios??? Não digam asneiras... esse dinheiro é para comprar aguas, sumos, sandes para os miudos comerem depois dos jogos, porque o grande clube só tem dinheir para o futebol senior.

Anónimo disse...

Mal sabem voces que muitos dos miudos tem que pagar os equipamentos que vestem e a alimentação.

SamM disse...

Amigo 4MR,

Diga me lá quem é que falou no artigo em dinheiro para jantaradas?? Quanto aos prémios não sei se há, mas também lhe digo que se não houver, as despesas não são assim tão diferentes do ano passado, porque já o ano passado se ia à Margem Sul jogar... Contudo a ideia essencial do artigo é a maneira como tudo foi organizado gerando confusão às pessoas e brincando com o preço das entradas. Voluntariamente qualquer um contribui para o Futebol Juvenil não é isso que tá em causa, mas sim a menaira como tudo foi conduzido. Se não há dinheiro para o futebol juvenil, então algo está mal... Lamento a situação.

Anónimo disse...

Sr Samm, realmente no artigo ninguem falou em jantaradas, mas falaram aqui nos comentários. Mas olhe o que eu lhe digo, que andei nestas andanças durante uns tempos. Quanto aos prémios posso-lhe garantir que não ha nada para ninguem, a não ser uma sandes e um sumo no final do jogo. Quanto a organização, só tenho a lamentar não estar escrito nos cartazes que era um jogo de juniores, mas tenho que enaltecer a iniciativa tomada pelo sr. matinhos. Quanto a questão dos bilhetes e cartões, acredito que é apenas uma maneira de ajudar e criar condições para equipa. Quanto ao facto de não haer dinheiro para o futebol juvenil, realmente é de lamentar, porém nem todas as pessoas tem essa noção, nem os treinadores ganham dinheiro nenhum.