sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

O Verdadeiro Natal


Chegamos à época natalícia, comemorada por todo o mundo cristão no mês de Dezembro... Segundo muitos estudiosos, o Natal, nunca deveria ser comemorado nesta data, se atendermos ao facto de que em Israel, concretamente em Belém, o nascimento de Jesus ocorreu em meados da Primavera, o que não condiz com o calendário uniformizado para comemoração desta data. Mas isso é o que menos importa, porque o que me trás aqui é o facto desta data ser actualmente sinónimo dum consumismo desmesurado, onde as pessoas esquecem o verdadeiro sentido da data e passam os fins de semanas antecedentes, literalmente enfiados em centros comercias gastando o seu (magro)ordenado em prendas e mais prendas para os seus familiares e amigos. O materialismo ultrapassou o amor fraternal entre os povos e hoje o Natal não é nada mais que um grande circo de luzes, comércio, comidas e diversões esquecendo que Jesus nasceu da forma mais humilde possível, Jesus esse, hoje ofuscado pela figura do Pai Natal que foi criado pela Coca Cola e que é idolatrado por miúdos (e graúdos), sendo a grande figura do consumismo nesta época.


A hiprocisia reina nesta data, as pessoas que levam o ano civil a importunar os outros, chegam à semana de Natal e repetem os votos de "boas festas" com sorrisos rasgados, como que entrassem num mundo aparte nesta semana, voltando à mesma sina de ódios e invejas passados alguns dias... Repetidamente as televisões desmultiplicam as suas emissões em galas de solidariedade para causas que admiramos mas no qual se associam muitas vezes com grandes empresas por trás. Agora imaginem quanto essas empresas vêem o seu nome estrategicamente associado a essas causas obtendo lucros exponencialmente superiores aos valores conseguidos nas galas para apoiar os mais necessitados. Sim, meus caros, o Natal que temos instalado é este! E o leitor que acaba de acenar com a cabeça que concorda com isto, está neste momento a organizar a sua vida para amanha ir comprar as ultimas prendas e iguarias para ceia de Natal... Pense nisto...


Faça do Natal uma data especial no seu coração, prolongando um amor que se quer verdadeiro entre todos durante o ano inteiro, fugindo das confusões e feiras de vaidades a que esta data se têm tornado com o passar dos anos.

Sem comentários: