quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Ryanair abre nova rota Faro-Manchester e espera transportar mais 100 mil passageiros por ano


A companhia low-cost Ryanair anunciou hoje que vai adicionar uma nova rota desde a sua base de Faro para Manchester, no Reino Unido, a partir de 13 de abril próximo.

Daniel de Carvalho, da Ryanair, disse que «temos o prazer de anunciar mais uma nova rota a partir de Faro, desta vez para Manchester, apenas um mês após o anúncio da rota Faro-Doncaster».

«O investimento em território nacional continua e com a inauguração desta rota para Manchester vamos transportar mais 100 000 passageiros por ano. Esta é a 13ª rota de Faro para o Reino Unido, que também contribuirá para o grande desenvolvimento turístico e económico da região algarvia», acrescentou aquele responsável da Ryanair.

«Pode agora visitar a cidade histórica de Manchester, que se afirmou mundialmente na era Vitoriana e durante a Revolução Industrial, sempre com a garantia de tarifas mais baixas e a garantia de não cobrarmos qualquer suplemento de combustível», disse ainda Daniel Carvalho.

Para celebrar esta rota entre Faro e Manchester, a Ryanair colocou à venda um milhão lugares a 3 euros para viajar às terças, quartas e quintas em fevereiro.

As tarifas baixas “com tudo incluído” vão estar disponíveis para mais de 500 rotas Ryanair em toda a Europa e devem ser reservadas em www.ryanair.com antes da meia-noite (24h00) de quinta-feira, dia 27 de janeiro.

Esta tarifa de 3 euros inclui todas as taxas e encargos, como tal, todos os passageiros que decidam evitar as despesas opcionais, ao efetuarem o pagamento com o Cartão Pré-Pago da MasterCard, transportando só a mala de mão e não optando pelo embarque prioritário, poderão viajar à tarifa publicitada de 3 euros.

Esta nova rota a partir de Faro estará disponivel para reservas a partir de amanhã em www.ryanair.com .



É impressão minha ou sai mais barato viajar a Manchester para ir ver Rooney, Nani e Cia. no Old Trafford, do que me deslocar ao Estádio Algarve para ver o Farense?!

Sem comentários: