quinta-feira, 24 de março de 2011

Hirvonen bate Loeb na abertura do rally de Portugal em Lisboa




Armindo Araújo consegue 10º lugar na estreia da MINI, e é o melhor português em prova


Mesmo apostando no espetáculo os favoritos não deixaram os seus créditos por mãos alheias, com o melhor tempo a ser feito pelo finlandês Mikko Hirvonen, que efetuou o melhor tempo do troço com o seu Ford Fiesta RS WRC, em 2.49,6s, batendo o segundo melhor, Sébastien Loeb, por 1,3 segundos, em Citroën DS3 WRC.


Petter Solberg levou o seu DS3 até ao terceiro posto, ficando a 2,1 segundos da frente e ficando na frente de Sébastien Ogier, noutro carro da marca gaulesa. Jari-Matti Latvala realizou o quinto melhor tempo, aos comandos do segundo Ford Fiesta WRC oficial, sendo seguido de perto por Federico Villagra. Kimi Raikkonen foi o sétimo melhor, com o top 10 a ficar completo com as presenças de Matthew Wilson, Henning Solberg e Armindo Araújo.


O piloto português, que se estreia oficialmente aos comandos de um MINI Countryman (na versão S2000, passando para o WRC na prova seguinte) levou a melhor no confronto lusitano que o opôs a Bernardo Sousa, em Ford Fiesta WRC, mostrando assim alguns indícios de competitividade do carro desenvolvido pela Prodrive com o décimo tempo da geral, a oito segundos do melhor. Sousa, também ele a estrear-se com um Fiesta WRC, ficou logo na posição seguinte, um segundo depois de Araújo.


Bruno Magalhães, aos comandos do seu Peugeot 207 S2000, ficou com o 17º melhor tempo, perdendo 13,4 segundos para os líderes da especial. O quarto melhor português foi Ricardo Moura, com um Mitsubishi Lancer Evo IX, ficando pouco à frente do Renault Clio R3 de João Silva, 26º.


Mads Ostberg foi o infeliz protagonista de um pequeno incidente nesta superespecial, ao bater com o lado dianteiro direito do seu Fiesta WRC num dos muros de betão que ladeavam a estrada, acabando por partir a jante e fazendo com que a mesma se separasse pouco depois do carro. A roda desgovernada seguiu em frente, acabando por subir uma das grades de segurança e cair no meio dos espetadores, embora sem grande violência. Os meios de assistência foram lestos a reagir, respondendo com eficiência e com um dos feridos a ser levado para o hospital como medida de precaução. Quanto ao azarado Mads Ostberg este perdeu já quase dois minutos. Chegando ao fim, o piloto não escondeu a sua frustração, questionando-se por ter cometido um erro "estúpido com os pneus frios".


1. M. HIRVONEN 2:49.6
2. S. LOEB +1.3
3. P. SOLBERG +2.1
4. S. OGIER +2.9
5. J. LATVALA +3.7
6. F. VILLAGRA +3.9
7. K. RAIKKONEN +5.1
8. M. WILSON +6.2
9. H. SOLBERG +6.5
10. A. ARAUJO +8.0
11. B. SOUSA +9.0
12. D. KUIPERS +9.8
13. K. AL QASSIMI +10.5
14. B. TEN BRINKE +11.5
15. P. VAN MERKSTEIJN +12.1
16. A. GRONDAL +13.2
17. B. MAGALHAES +13.4
18. N. FUCHS +14.0
19. E. VAN LOON +15.3
20. B. GUERRA +16.0


Texto retirado de Autosport e foto do site Ralis Online

Sem comentários: