quarta-feira, 30 de março de 2011

Loulé enche para semana académica de concertos




De 26 a 30 de Abril, o palco do Largo do Mercado de Loulé enche-se de bandas portuguesas para a Semana Académica. Organizada pela Associação de Estudantes do Instituto Superior Dom Afonso III, traz à cidade Diabo na Cruz e Virgem Suta.


Com o cartaz encerrado, a Semana Académica de Loulé leva ao sul do país um conjunto de bandas nacionais. De 26 a 30 de Abril, a música faz-se em português, mas com vários registos. A Semana arranca, no dia 26 de Abril, com uma noite de Tunas. A Tufela e Tualle, duas tunas “da casa”, são as primeiras a pisar o palco da Semana Académica de Loulé. Mas a noite não acaba com os sons académicos e prolonga-se pela madrugada com a actuação de Dj Jossa.


Para o dia seguinte, o palco está reservado para os f-did e The Pinups. Os algarvios La Plante Mutante são os últimos a ocupar o palco do Largo do Mercado, mas prometem animar os estudantes com os melhores temas dos anos 80.


O dia 28 é mais dedicado ao metal. Moonspell é a banda em destaque nesta noite, onde o negro vai ser a cor de eleição. Mindlock e Eerie abrem as hostes. No penúltimo dia actuam os cabeça de cartaz da semana. Depois de actuarem em Vila Nova de Famalicão, os portugueses Diabo na Cruz dão música aos algarvios e depois seguem para Coimbra.


Os Virgem Suta encerram a noite de 29 de Abril, com a música “Linhas Cruzadas” a aquecer os corações dos estudantes. O último dia é de Skalibans e Stepline Project.


No encerramento do recinto, a responsabilidade da animação é de Dj Christian. Organizada pela Associação de Estudantes do Instituto Superior Dom Afonso III, a Semana Académica de Loulé vai juntar os estudantes algarvios no Largo do Mercado. O preço dos bilhetes ainda não está definido.





Depois de hoje um dois nomes fortes que faltavam divulgar para a Semana Académica do Algarve, ter sido anunciado (Valete), para a noite do primeiro sábado, com mais convicção fiquei que, de uma forma geral a Semana Académica de Loulé, dada a sua dimensão, consegue contruir um cartaz mais homogéneo do que a da UALG...

Sem comentários: