quinta-feira, 10 de março de 2011

Portagens na Via do Infante cada vez mais uma realidade...


Quando à sensivelmente dois anos lancei neste espaço a dica da colocação de portagens na A22, depois das obras de requalificação de na EN 125, a qual foi sublinhada na comunicação social, estava certo que o instinto deste Governo, seria mais tarde ou mais cedo, por em causa a economia de uma região diminuída em vias rodoviárias tranversais, agravado pela sua pouca dimensão que entope a região nos picos do Verão em que estão por cá um milhão de pessoas...


Os nossos autarcas, talvez mais tarde que o devido, finalmente se entenderam e uniram vozes para dizer aos senhores de Lisboa, que a situação do Algarve não pode ser avaliada de uma forma superficial mas analisada de uma forma responsável e detalhada por forma a não prejudicar o produto que oferecemos a milhares e milhares de pessoas. A juntar à concorrência do outro lado da fronteira, do "Algarve Andaluz", que não tem portagens e oferece produtos mais competitivos que o Algarve, o Algarve têm sido trocado por destinos mais exóticos no eixo mediterrânico, o que deveria ser motivo de reflexão, e cuidado na medidas a adoptar.


Agora que estamos a um mês do inicio das cobranças na A22, não vejo, para minha tristeza, movimentações que indiciem uma alteração de posição por parte do Governo, embora este acene com residuais descontos e isenções, que não serão mais que paliativos na economia algarvia, com a agravante da insegurança rodoviária mais que provável na EN 125.


Sabemos que a Comissão de Utentes, prepara para dia 19 uma grande marcha pela EN 125, mas o facto é que nem nisto os algarvios se uniram nas últimas jornadas de luta, organizadas por esta associação. Assim é difícil, mas espero que ao menos, nesta ultima tentativa, os algarvios se unam e não se limitem, após o dia 15 de Abril, a chorar sobre o leite derramado!

1 comentário:

Anónimo disse...

Como Algarvio,nascido em Paderne,e vivendo yoda a minha Juventude em faro,compreendo perfeitamente o que se està a passar e sei que a nivel de estruturas (Estradas),estamos muito mal servidos.A Nacional 125 sendo ela a principal Via é sobrecarregada mesmo no Inverno para nao falar do Verao que entao é terrivel.Mas que dizer do "Barao" de Boliqueime que é Nativo de la e que nada ou pouco fez para o desenvolvimento do Algarve!!!!Ele que preferiu Lisboa e o Norte do Pais porque é e era de la que ele recebia subvençoes para se apresentar na carreira Politica.Nao defendo os Socialistas ,mas a situaçao Financeira de Portugal todos sabemos como està.Quanto ao facto da concorrência,isso também tem a ver com a qualidade dos serviços prestados e dos preços praticados na costa Espanhola.Eu sei e todos sabemos que o Comércio da Restauraçao e Hoteleria no Algarve sao exagerados e sobretudo na época medieval.Sao os Proprios Portugueses que fazem com que os estrangeiros se escaldem e prefiram outras paragens.u sou emigrante e viajo muito,e posso dizer que nos somos muito gulosos;queremos ganhar tudo e imediatamente.Nao ha ética.Somos também os principais culpados.Protestar é um direit,mas nao acredito que o Governo faça "marcha atràs.Arsénio rodrigues.