sábado, 5 de março de 2011

Um ano na Crise... Relatos de uma familia farense


05.03.2011 - Veja VIDEO da reportagem AQUI

O meu encontro com a família Fonseca deu-se por mero acaso. “Fecharam-me todas as portas.” O lamento, proferido por Sandra num café de Faro, a meio da tarde, despertou-me a atenção e a curiosidade. A jovem mãe, com trabalho precário, relatava o seu encontro com o Serviço de Segurança Social, onde lhe tinham acabado de recusar ajuda.

Nesta altura do ano, o que não falta no Algarve são desempregados, mas a forma como Sandra falava sugeria que tinha uma história de vida diferente. Quando me aproximei, um dos seus dois filhos, de cinco anos, olhava-me como que a perguntar: “Quem é este? O que quer?”.

Uma breve troca de palavras deu para perceber que Sandra, que agora trabalha três horas por dia em limpezas na Universidade de Algarve, protagonizava a outra face de uma região turística que se confronta com os problemas da sazonalidade e vê a população triplicar nos meses de Verão.

Após ter fracassado um negócio de café, que explorava por conta própria, regressou há cerca de um ano a casa dos pais, onde também já vivia um irmão. E no apartamento T2 da família Fonseca, em Faro, passaram a morar seis pessoas.


Por Idálio Revez In Público

10 comentários:

Anónimo disse...

Li esta entrevista no Jornal o Publico.Ainda é muito triste o "meu" Pais chegar a este ponto.Eu que nasci no tempo do estado ovo,com Salazar no Poder,Seguindo-se o Marcello Caetano,nunca vi tanta miséria e desemprego como GHoje.Portugal partiu-se em Dois;os Ricos estao cada vez mais ricos e os pobres cada vez mais pobres.Finalmente estou a chegar à conclusao que finalmente so o que temos hoje a mais que antes do 25 de Abril é a palavra liberdade porque no resto estamos a ficar pior.cada vez mais desemprego,dividas,que este Governo e que começou com o de Boliqueime,que permitiu aos banqueiros enriquecerem cada vez mais aonde ele ainda foi tirar um grande proveito com as cento e quatro mil acçoes da SLN/BPN com o Negocio do Seu amigo Oliveira e Costa que lhe fizeram uma mais valia de cento e tal mil contos,sem esquecer a Aldeia da Coelha.Agora anda para la o Socrates a enriquecer assim como toda a cambada do Governo .Vergonha para um Pais quando nao consegue "dar de comer" aos seus cidadaos.Cortam nos mais necessitados quando a urgência pede que sejam os mais ricos a serem chamados a cotizar.Volta SALAZAR estàs perdoado.Quando a liberdade é demais acaba por matar a Liberdade.

Anónimo disse...

O que mais me chateia é a existência destes patetas que anunciam o fim da democracia e clamam pelo regresso do parvalhão de santa comba. Deve ser por isso que vão todos fazer uma manifestação no dia 12. Os fascistas saem do armário num sábado porque estão bem na vida. A classe operária quando protesta faz greve e as greves são feitas no horário de trabalho.

Anónimo disse...

sperrissPara o anonimo que me respondeu,apenas algumas verdades:O "Parvalhao" de Santa Comba Dao" ,o Excelentissimo Doutor Antonio de oliveira Salazar,quando pegou no Governo de Portugal em 1929,o Pais encontrava-se na Banca Rota,ele levantou a Economia do Pais,ele fez construir Escolas,Estradas,Igrejas,Universidades,etc,quando morreu em 1969 morreu pobre sem dinheiro,sem contas em Bancos nem em Portugal nem no Estrangeiro,deixou os cofres do Pais a rebentar cheio de ouro ,Um Portugal sem Dividas e foi ou melhor està enterrado no Chao sem Sepultura(Pedra Tombal).Portanto amigo com todo o respeito quando se fala de Salazar olhe para a Historia.Hoje veja o "Parvalhao de Boliqueime"(que de Parvalhao nao tem nada;enriqueceu com a Politica,està la ha dezasete anos e era um professor;sabe quanto ganhava um professor quando ele o era????repare também no Mario Soares,no Jorge Sampaio,No Durao Barroso,e em tantos que por la passaram e andam,veja quantos enriqueceram e agora veja o nivel do endividamento de cada Português ja quando nasce e durante quantos anos vai estar endividado.Quando Chamar Pateta a Alguém e a mim incluido,ponha-se na frente de um espelho.Os Sindicatos sao uma banda de Parasitas que querem que os Patroes paguem a muitos sem fazer nada.Arrisque e faça como os Patroes que poem por vezes em risco a propria familia para criar algo.E mais fàcil criticar que arriscar.faça o mesmo.Arsénio Rodrigues.

Anónimo disse...

E para completar,no tempo de salazar nao havia a Insegurança que ha hoje;no tempo do salazar deixava-se a porta aberta,os carros podiam ficar com os vidros baixos,o Trafico de droga era inexistente,foi preciso haver o 25 de Abril para que essa desgraça chegasse com os Retornados (que respeito),e a porcaria dos Ingleses,Holandeses e outros que aproveitaram a "abertura" para traficarem e apodrecerem a juventudePortanto meu amigo antes de se falar deve-se reflectir.Sim Houve militares que morreram,houve aqueles que fizeram o serviço militar obrigatorio,sim defendiamos territorios que nos permitiam de ser nesse momento um Pais Rico.Mas os Socialistas e os comunistas que nunca nada criaram e gostam de gastar o dinheiro dos outros sem fazer nenhum,esses vivem hoje bem à grande e à Francesa como se costuma dizer.Basta reler o meu comentario precedente para encontrar alguns.Arsénio Rodrigues

Anónimo disse...

So é pena que o senhor naop tenha a Coragem de pôr aqui o seu nome.Eu assumo as minhas ideias e pontos de vista.Faça como um Homem responsavel.

Anónimo disse...

Bem se percebe que a Democracia se devia defender proibindo esta manifestação pateta. A Reacção analfabeta e anti-partidos, sem qualquer noção da realidade está novamente bem organizada, já não é só o maluco do Mário Machado.

Anónimo disse...

Ah Pois,defina entao o que é a Democracia.Sera ter a liberdade de insultar os outros??O que voçê faz???Entao sim guarde la a Sua Democracia.Ou Para si a Democracia é o direito de roubar ou viver à custa daqueles que se investem???As palavras nao custam caro,mas sim risco que os outros tomam.E Bom viver à sombra do Coqueiro que da trabalho e permite viver.Ou entao terà nascido depois do 25 de Abril e nao conhece os direitos e Deveres de uma Sociedade.Eu Estudei muitos anos no tempo de Salazar,tirei o meu curso e nunca tive problemas politicos com ninguém.Arsénio Rodrigues.

Anónimo disse...

Você tem um curso... eu só fiz a 4ª classe e aos 12 anos comecei a fazer parte da imensa maioria de trabalhadores agrários e das praças de jorna. As Fomes e a vida miserável do Campo dos anos 40 e 50 você nem deve saber o que foram...

Você não passa de um analfabeto anti-partidos. Leia livros, cultive-se, aprenda com as experiências democráticas dos outros povos.

Anónimo disse...

Pois é meu amigo,va entao dizer à Familia Fonseca se quer democracia ou se prefere ter um trabalho ou emprego para dar de comer ao filho!!!!!!!!talvez voçê tenha falta é de compreender o que sao dificuldades.Porque ao ler o seu comentario,o Senhor no tempo do "Ditador" Salazar foi à escola e fez a Quarta Classe como diz,mas a mim nao me mente.A sua falta de Honestidade começa ja ai.Voçê pode querer mentir aos outros mas primeiro està a mentir-se a si proprio.

Anónimo disse...

Equandop o senhor fala de partidos politicos deviam era falar de seitas organizadas onde os que governam empregam os familiares e amigos.E nao me fale de Comunistas ,porque a Ideologia Stalinista e Maoista,essa sim sao a Vergonha da Humanidade;ou ja se esqueceu dos Goulag????