sábado, 29 de novembro de 2008

Farense estreia-se a marcar em casa e consegue empate ante o Belenenses

Campeonato Nacional de Juniores, Zona Sul, 12ª Jornada
FARENSE 1-1 BELENENSES

O Farense averbou na tarde de hoje mais um empate caseiro, desta feita diante dum valoroso adversário, o Belenenses, o que ainda assim se revelou insuficiente para dar o desejado salto na tabela. A verdade é que o Farense está no antepenúltimo lugar da tabela com 10 pontos, mas a 2 pontos do tranquilo 11º lugar, o que o deixaria a salvo da descida. Nesta primeira volta o Farense tem tido muitos jogos “queimados” em casa com adversários do primeiro terço da tabela e espera-se que neste resto de primeira volta e na segunda volta possa então iniciar a ansiada recuperação, cimentando assim o seu lugar no panorama futebolístico deste escalão em Portugal.

A partida iniciou-se no S. Luís debaixo dum tempo instável, frio e algo ventoso, que nada beneficiou o espectáculo. O relvado escorregadio não facilitou a tarefa dos artistas e proporcionou algumas jogadas mais duras mas involuntárias, num jogo que a nível disciplinar se pôde considerar exemplar, pautado pelo respeito entre os jogadores de ambas as equipas. Notava-se uma melhor compleição física dos jogadores belenenses, o que os favorecia neste tipo de terreno e que teve sequência num melhor domínio do espaço, com uma postura mais atacante criando mais jogadas perigosas, proporcionando ao guarda redes algarvio algumas defesas grau de dificuldade elevado. Jogando no 5x3x2 ultimamente utilizado por Miguel Serôdio, o Farense denotou as habituais dificuldades em colocar a bola jogável na sua frente de ataque. O Belenenses foi dominando a partida e ia ficando na retina a valia técnica de alguns jogadores belenenses, em especial do seu n.º 10, que espalhou classe pelo relvado farense, revelando uma maturidade, objectividade, visão de jogo e apetência para jogadas de 1x1 nada vulgares. Ou muito nos enganamos ou estaremos perante um talento emergente das escolas de formação azuis… Aos 38 minutos, como corolário do ascendente na partida, o Belenenses chegou à vantagem, num belo remate de fora da área do seu jogador n.º 8, remate indefensável para o guarda redes Zé Silva. O Farense, mesmo assim reagiu e por duas vezes podia ter empatado a partida, tendo ganho muitos cantos até final da primeira parte num sinal da intenção dos rapazes farenses em deixar tudo em aberto para o segundo tempo.

Veio a segunda parte e o jogo pautou-se pelo equilíbrio durante largos períodos, com o Farense a ter dificuldades em penetrar na organizada defesa belenense, fruto dum pouco atrevimento dos seus jogadores, o que acabava por deixar os 2/3 jogadores de ataque muito desamparados perante os adversários. Procurando as investidas rápidas, onde Álvaro era sem dúvida o jogador em foco, o Farense não mostrava muitos argumentos para empatar, e ia explorando essencialmente as jogadas de bola parada. Já depois do treinador do Belenenses ter sido expulso após protestos na sequência dum lance muito duvidoso na grande área farense, o Farense refrescou o ataque e seria já no termo da partida que chegaria ao tento da igualdade. Num lance rápido de ataque, um jogador farense foi derrubado à entrada da área azul e na conversão do livre, a defesa incompleta do guardião azul, proporcionou a Vicente o golo da igualdade já aos 92 minutos da partida. Arbitragem medíocre.

3 comentários:

Anónimo disse...

O prémio por este brilhante empate foi a negação da tradiocional sandes c/ o sumol e os séniores estiveram em estágio...

FORÇA PUTOS JUNIORES......

Anónimo disse...

O futebol formação teve nos últimos anos as piores condições possíveis e imaginárias, curiosamente nestes últimos anos o Sporting Clube Farense não gastou qualquer cêntimo no futebol sénior!

Isto faz que pensar....

Como é possível!!!

Sugestões aceitam-se.............

Pedro Roque

ps- eu sei que já fiz este comentário mas ha certas pessoas que não sabem ou não querem saber do que se passa realmente....

Anónimo disse...

E como ironia do destino, foram nestes últimos 4/5 anos que o Farense teve a melhor matéria prima e a nível de classificações para as 2ªs Fases com esta geração actual dos juniores...