sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Rally Casinos do Algarve fecha época em beleza: José P. Fontes venceu e Bruno Magalhães foi consagrado

A prova organizada pelo clube Automóvel do Algarve, O rally Casinos do Algarve, que decorreu no passado fim de semana, era a 8.º jornada do Campeonato Nacional de Ralis, 5.ª prova pontuável para o Campeonato Regional de Ralis Sul. E se no CPR, o título já estava atribuído a Bruno Magalhães, no seu Peugeot 207 S2000, no CRRS Luís Mota ainda não havia confirmado o título e teria que terminar no 7.º posto para garantir matematicamente a vitória. Tratando-se da primeira e única prova de asfalto do CRRS, o desfecho era algo imprevisível, e Luís Mota sagrou-se campeão, apesar do pobre 7.º lugar. O seu rival Gil Antunes não fez melhor que o 8.º lugar tendo esta prova sido vencida por João Monteiro, ao volante dum Ford Sierra Cosworth, tendo completado o pódio Pedro Charneca na segunda posição, enquanto Armindo Neves levou o seu Hyundai Coupé Kit Car ao terceiro lugar. Mas se no CRRS, o espectáculo ficou condicionado com algumas desistências, nomeadamente de Pedro Leone (Ford Sierra Cosworth), Nuno Pinto (Mitsubishy Lancer EVO III), Rui Coimbra (VW Golf GTI) ou Luís Nascimento num Opel Corsa 2.0, já no CPR, o espectáculo e incerteza esteve presente até à 8.ª e ultima PEC. Se Bruno Magalhães era considerado amplamente favorito para esta prova, lutando mesmo pelo “pleno” na competição, um furo na 3.ª PEC, deixou-o fora da luta pela vitória, o que abriu portas para 4 ou 5 pilotos que poderiam lutar entre si pela vitória na geral. José Pedro Fontes, piloto Oficial da FIAT e os privados Vítor Pascoal, Fernando Peres, Ricardo Teodósio ou Mex Machado dos Santos. Os dois últimos acabaram por desistir ainda cedo no rally, na PEC 5 Teodósio após uma acidente que lhe arrancou uma roda, isto numa altura em que rodava perto dos primeiros enquanto Mex desistiu no reagrupamento após se ter sentido indisposto durante a prova.

Assim, a luta acabaria por se travar até final entre José Pedro Fontes e Vítor Pascoal, com vantagem para o homem da FIAT que foi quase sempre superior ao homem da Peugeot. No penúltimo troço José Pedro Fontes furaria e Vítor Pascoal partia para a última PEC a míseros 1,5 segundos do opositor mas a sorte não esteve com Vítor Pascoal que partiu a suspensão, oferecendo a vitória ao homem da FIAT. Bruno Magalhães chegou justamente ao segundo posto, após ter vencido 7 dos 8 troços, patenteando em andamento diabólico no rally, mas que não deu para recuperar a desvantagem desse furo. Com estas contas, acabou por cair bem a vitória a José Pedro Fontes que, com um carro menos favorito, soube lutar, aproveitar os azares dos opositores, garantindo assim a primeira vitória absoluta da marca e do piloto numa prova do CPR. Palavra especial para o clube Automóvel do Algarve, que soube fazer desta ultima prova, a festa dos rallys em Portugal, oferecendo ao público a possibilidade de visitar o Autódromo do Algarve, que na noite de sexta feira acorreu em excelente número ao local (12 mil espectadores), resistindo ao frio e vendo o espectáculo até ao fim, num claro sinal da importância que as pessoas davam ao acontecimento desportivo e aos pilotos em prova, estendendo-se de forma aceitável essa presença no dia seguinte, já nas estradas da serra de Monchique.

Classificação Final CPR
1º José P. Fontes/António Costa-Fiat Punto S2000 - com 1h07m46,9s
2º Bruno Magalhães/Carlos Magalhães-Peugeot 207 S2000- a 49,7s
3º Fernando Peres/José P. Silva-Mitsubishi Lancer Evo IX- a 54,9s
4º Bernardo Sousa/Jorge Carvalho-Mitusbishi Lancer Evo IX- a 1m45,5s
5º Pedro Leal/Redwan Cassamo-Fiat Stilo Multijet- a 3m10,9s
6º Adruzilo Lopes/José Janela-Subaru Impreza WRX- a 3m17,6s
7º Carlos Matos/Vasco Ferreira-Renault Clio S1600- a 4m23,9s
8º Paulo Antunes/Hugo Magalhães-Citroen C2 R2- a 5m36,8s

Classificação Final CRRS
1ºJoão Monteiro/José Teixeira-Ford Sierra Cosworth com 42m25,0s
2ºPedro Charneca/Luís Assunção-Ford Sierra Cosworth - a 16,9s
3ºArmindo Neves/João Luz-Hyundai Coupe Kit-Car - a 37,0s
4ºAugusto Páscoa/Leonel Fernandes-Renault 11 - a 47,7s
5ºPaulo Jesus/Licinio Santos-Ford Sierra Cosworth - a 1m28,6s
6ºBruno Andrade/Ricardo Barreto-Subaru Legacy 4WD - a 1m30,6s
7ºLuís Mota/André Mota-Mitsubishi Lancer Evo IV - a 1m39,5s
8ºGil Antunes/Daniel Amaral-Opel Astra GSi - a 1m49,3s

Sem comentários: