segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Irmandade algarvia acertou no zero


Cedo se começou a definir que o futebol directo seria o ideal a adoptar devido ao péssimo estado do relvado no Estádio de São Luís, que impossibilitava passes curtos e o período de adaptação levou a que se multiplicassem os episódios trapalhões durante o jogo. No primeiro tempo, o Louletano conseguiu criar perigo apenas nos remates fora da área (Fausto, aos 12', Eugénio, aos 39', e Leo, aos 42'), ao passo que o Farense teve em Zambujo e Adérito duas excelentes oportunidades de inaugurar o marcador que Bruno Lúcio anulou.

As oportunidades desperdiçadas agitaram os ânimos e no tempo complementar a emoção aumentou mas nem o golo de Adérito (84') - alcançado com a mão -, e bem anulado pelo árbitro setubalense, salvou este encontro de irmãos algarvios por forma a merecer nota positiva.


Farense 0 Louletano 0
Estádio São Luís, em Faro
Árbitro Nuno Almeida [AF do Algarve]


Farense
Treinador Joaquim Mendes

Serrão; Cannigia, Mamadou, Tiago Sousa e Joshua; Bilro e Varão; Davide Justo [Bruno Carvalho 55'], Luís Zambujo [Luís Afonso 68'] e Adérito; Keu


Louletano
Treinador Paulo Renato

Bruno Lúcio; Eugénio, Fausto Lúcio, Cordeiro e Dante; Fábio Teixeira, Leo e Alberto; Bruninho [João Reis 75'], Ben Traoré [Gary 68'] e Fábio [Nicola 89']


Cartões Amarelos 27' Luís Zambujo, 34'Bilro, 51' Tiago Sousa, 66' Fábio Teixeira, 72' Bruno Carvalho, 81' Eugénio, 84' Adérito


Por Tiago Griff In Jornal O Jogo
Foto de José Luis Silva In Blog Leões de Faro

Sem comentários: